Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Por que a Palavra de Deus tem gosto doce e amargo?

Evangelização

Shutterstock

Talita Rodrigues - publicado em 24/05/23

Seguir Jesus é lindo! Mas também é abrir mão de tudo, inclusive do que te afasta Dele. É abrir mão do mundo, das paixões e da carne

Estes dias, eu ouvi uma pregação que dizia que a Palavra de Deus tem um gosto doce e amargo. Doce porque seguir a Palavra e seguir o que Jesus nos ensinou é lindo. Lindo porque, quando você tem esse encontro íntimo com Jesus e O aceita como seu salvador, você é salvo.

E por mais frágil que você seja, a glória dele é tão imensa, que não conseguimos descrever em palavras. Você se encanta, se apaixona. Você sente a necessidade de se aprofundar mais em Seus mistérios, quer, mais e mais, estar em Sua presença, estar em espírito, em comunhão com Jesus. Você quer adorá-lo, mais do que tudo e mais do que todos. 

Mas a Palavra também é amarga. Porque seguir Jesus é abrir mão de tudo, inclusive do que te afasta Dele. É abrir mão do mundo, das paixões e da carne.  Abrir mão de lugares que não te agradam. De amizades, que te afastam dele.

Por vezes, é odiar a si mesmo, odiar o seu medos que te afastam dele. Porque, quando você olha para o seu medo, você se esquece de que Jesus está no barco da sua vida. E, por isso, a tempestade que parece não ter fim passará.

Você precisa odiar as suas misérias, os seus vícios, os seus apegos. Às vezes, é necessário odiar a sua própria vida para salvá-la. E isso é amargo. Afinal, nos depararmos com todas as nossas misérias não é fácil. Descobrimos o quão dependentes de Jesus Cristo nós somos. E que, se não fosse pela graça do Espírito Santo, por uma Mãe que nos Leva a Ele e por nós mesmos, jamais conseguiríamos seguir Jesus Cristo.

Em todos os momentos em que pensamos em abrir mão da Cruz, abandonar o barco, tornamos-noz “nada”. Porque somos frágeis, e esquecemos que a glória de Deus é imensa. 

O processo é amargo, mas necessário. Porque quanto mais você se aproxima de Jesus Cristo, mais o mundo – e até mesmo as pessoas ao seu redor – não vão te compreender.

Jesus Cristo não foi compreendido por muitos. Os apóstolos, mártires e os santos, também não. Mas todos fizeram a vontade do Pai. Fizeram, a vontade de Deus em suas vidas.

É amargo, mas temos que fazer a vontade do Pai – fazer a vontade de Deus, em nossas vidas. É amargo porque sofremos perseguições. 

Contudo, em meio às dores e perseguições, desejo que não deixemos de louvar e glorificar a Jesus Cristo dizendo: “Eu quero abraçar a minha Cruz e te seguir.”

Clique aqui e comece a seguir a psicóloga católica Talita Rodrigues no Instagram

Tags:
BíbliaDeusReligião
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia