Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 21 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Índia: Bispo pede garantias de segurança nas igrejas após incidentes com padres 

india

Sumit Saraswat - Shutterstock

Beawar, Rajasthan, India, 19 de abril de 2021: La gente deambula por el mercado principal

Reportagem local - publicado em 18/06/23

O Bispo auxiliar da Diocese de Deli, D. Deepark Valerian, expressou a sua preocupação após dois incidentes envolvendo comunidades católicas no norte da Índia, e pediu para as autoridades garantirem a segurança dos lugares de culto

“Pedimos sinceramente ao governo que garanta a segurança dos nossos lugares de culto e nos ajudem a praticar a nossa fé sem medo”, escreveu D. Deepark Valerian, numa carta dirigida à comunidade católica de Deli, após dois incidentes ocorridos nas últimas semanas em Gurgaon, uma cidade na área metropolitana de Deli, e que envolveram grupos de extremistas hindus.

Num dos casos, segundo o portal católico de notícias UCANews, que cita a missiva, o Padre Joseph Amalraj foi agredido, assim como pelo menos dois fiéis, por um grupo de cerca de duas dezenas de pessoas após ter celebrado a missa de domingo, 4 de Junho, na Igreja da Missão Católica de São José Vaz, em Kherki Daula, num dos subúrbios de Gurgaon.

No outro incidente, a 31 de Maio, o Padre Vijay Kullu “foi confrontado por uma multidão” que exigia o encerramento da Igreja em Farrukh Nagar, uma pequena localidade também nos arredores de Gurgaon.

Direitos ameaçados

Na carta, o bispo pede ajuda e explica que “a comunidade católica está triste e perturbada” com estes incidentes, alertando para o facto de “o direito fundamental” de praticar a fé, consagrado até na Constituição da Índia, “está ameaçado”.

“Nós, católicos, somos uma comunidade que ama a paz”, escreve ainda o prelado, solicitando às autoridades a criação de “um ambiente de diálogo” que ajude “a resolver mal-entendidos que geram animosidade”.

No incidente ocorrido em Kherki Daula, os atacantes deixaram um ultimato exigindo, no espaço de uma semana, o fim de todas as actividades de culto. A Igreja, de construção débil, com telhado de zinco, serve uma comunidade de cerca de sete dezenas de famílias de língua hindi e inglesa.

Entretanto, a polícia terá já detido duas pessoas por causa da agressão ao sacerdote e invasão do templo. No outro incidente, em Farrukh Nagar, os atacantes alegaram que não havia cristãos na cidade pelo que a igreja existiria apenas para a conversão de pessoas ao cristianismo.

(Com AIS)

Tags:
CristãosPerseguiçãoViolência
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia