Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 21 Abril |
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

A oração surpreendente que conecta a Missa à vida cotidiana

Padre celebra Missa

Godongphoto | Shutterstock

Rev. Alex Wyvill - publicado em 10/08/23

Não vamos à Missa apenas para lembrar quem foi Jesus no passado distante; relembramos quem Jesus é para nós, bem aqui no meio de nossas lutas atuais e diárias

Para muitos de nós, ir à Missa pode parecer bem diferente das outras atividades que fazemos em nossas vidas. Mas isso não significa que as duas coisas não tenham nada a ver uma com a outra. Muito pelo contrário: a Missa é a celebração da morte e ressurreição de Jesus precisamente no contexto de nossas próprias experiências de morte e ressurreição.

Não vamos à Missa apenas para lembrar quem foi Jesus no passado distante; reacendemos quem Jesus é para nós, bem aqui no meio de nossas lutas atuais e diárias.

Há uma oração no meio da Missa onde temos uma oportunidade especial de conectar o mistério da morte e ressurreição de Jesus com nossas próprias experiências de morte e ressurreição.

Terminada a preparação das oferendas no altar, o presbítero diz:

“Orai, irmãos, para que o nosso sacrifício sejam aceitos por Deus Pai Todo Poderoso”. 

Observe as surpreendentes palavras “Nosso sacrifício”. Isso significa que eu e você levamos um sacrifício para a Missa! O sacrifício não é apenas o pão e o vinho levados ao altar: é também o sacrifício espiritual de cada um de nós.

E a nossa resposta ao sacerdote deve ser: “Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para glória do Seu Nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja”.

Então, enquanto essas palavras passam por seus lábios, encorajo você a pensar em algum “sacrifício” específico, alguma experiência concreta e desafiadora que você leva para a Missa naquele dia. Talvez você esteja sofrendo de uma doença. Talvez haja conflitos em sua família. Talvez você ou alguém que você ama esteja lutando contra um vício. Esses fardos reais e não resolvidos são o que você leva para cada Missa.

Ao recordar especificamente esses “sacrifícios” e oferecê-los a Jesus, lembramos que, assim como Jesus participa de nossas pequenas experiências de “morte” – ele experimentou os efeitos do sofrimento, do conflito e da fraqueza humana – assim também ele compartilha conosco a experiência da “ressurreição” – cura, reconciliação e força renovada, mesmo em meio à fraqueza.

A cada Missa, renovamos nossa memória de sua fidelidade a nós em nossas vidas. Ao recordar o nosso “sacrifício” naquela pequena oração, reavivamos a esperança de que Ele continuará a ser-nos fiel aqui e agora.

Tags:
EspiritualidadeLiturgiaMissaOração
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia