Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 25 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Por que um abraço faz tão bem à saúde do casal

Couple hug forgive

fizkes | Shutterstock

Anna Ashkova - Mia Schroeder - publicado em 18/08/23

De acordo com pesquisadores alemães, receber um abraço do marido é muito eficaz para reduzir a ansiedade da mulher

Os abraços são essenciais para a saúde do casal. Eles são simpáticos, demonstram amor mútuo e fortalecem os laços, além de liberarem o famoso hormônio do apego, a ocitocina. Sem contar que proporcionam uma sensação de paz e segurança. 

Mas você sabia que os abraços também podem ter efeitos benéficos à saúde da mulher?

O que diz a ciência

Segundo pesquisadores da Ruhr Universität Bochum (Alemanha), um abraço do cônjuge é muito eficaz para reduzir o estresse nas mulheres. Vários indicadores de estresse, incluindo os níveis de cortisol (hormônio produzido pelo corpo em situações de estresse ou medo), tiveram queda nas mulheres que abraçaram o marido ou receberam um abraço dele durante o teste

O estudo publicado na revista científica Plos One aponta, porém, que o mesmo abraço não produziu os mesmos efeitos nos homens que participaram do estudo. Embora os autores não ofereçam nenhuma explicação para essa diferença, isso não significa que o abraço não seja benéfico para os homens.

É um método antiestresse que deve ser usado sem moderação para o prazer de ambos os membros do casal. 

Você precisa de motivos para abraçar seu cônjuge? Aqui compartilhamos cinco razões pelas quais os abraços podem beneficiá-lo.

1Abraços acalmam

Como elevadores dos níveis de ocitocina, os abraços podem ajudar os homens a se sentirem mais calmos e menos ansiosos. 

2Abraços fazem bem ao coração

Em um experimento conduzido na Universidade da Carolina do Norte, os participantes que não tiveram contato com seus parceiros desenvolveram batimentos cardíacos mais rápidos do que aqueles que receberam abraços.

3Abraços trazem felicidade

A ocitocina não é o único hormônio liberado durante um abraço. Abraços também causam a liberação de serotonina e dopamina, que ajudam no humor.

4Abraços ajudam a superar medos

Por meio de pesquisas, descobriu-se que abraçar ajuda a aliviar os medos de uma pessoa, mesmo que seja apenas abraçar um ursinho de pelúcia. 

5Bebês abraçados, adultos equilibrados

Não consegue parar de abraçar seu bebê? Não deixe de abraçá-lo! Uma pesquisa mostra que os bebês que recebem muito carinho físico desenvolvem melhores mecanismos de enfrentamento à medida que envelhecem.

E agora, pergunte a si mesmo, quando foi a última vez que você deu um abraço?

Tags:
CasamentoCiênciamaridoMulher
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia