Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 20 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Como receber as crianças que batem à sua porta na noite de Halloween

CRIANÇAS NO HALLOWEEN

Shutterstock

Edifa - publicado em 29/10/20

E se, em vez de uma série de críticas, você aproveitasse a passagem de crianças fantasiadas por sua porta na noite de Halloween para catequizá-las por um minuto?

Os dias das abóboras, vampiros e fantasmas de lençol branco estão de volta. Vivemos um período de medo nos mercados, mas o mercado do medo, do oculto e do mórbido também está em boa forma. Há um provérbio francês sobre o Halloween que, parafraseando, diz que onde quer que haja medo e abóboras, os amigos irão. Claro, não há necessidade de dramatizar. Todas as crianças disfarçadas de bruxas não estão necessariamente condenadas ao satanismo. Enquanto isso, a busca de doces por crianças disfarçadas de zumbis substitui a venda de calendários de escoteiros. O que fazer se alguém bater na sua porta ou no interfone?

Eles falam sobre o Halloween, responda com Todos os Santos

Várias possibilidades se abrem para você. Você pode adotar uma reação profética do tipo da de João Batista: “Sua turba de vampiros! Vocês vieram procurar doces? Bem, eu lhes digo: nenhuma dessas máscaras de Halloween será salva; chegará o dia em que vocês colherão o que plantaram: horror, feiura, medo e abóboras. Fora daqui!”.

Mas e se, em vez de uma série de críticas, você aproveitasse a oportunidade para catequizar essas crianças por um minuto (e também o adulto que deveria acompanhá-las!)? No momento em que você pagar o “pedágio” dando pirulitos ou doces, troque o disco. Que eles falem sobre fantasmas, você proclama os santos. Quando eles falam com você dos mortos-vivos, responda com ressuscitado. Que eles falem de angústia e medo, você responde com esperança e comunhão. Que eles falem de Halloween, responda com Todos os Santos.

Tente. Você pode parecer um pouco ridículo (por enquanto), mas responderá à verdadeira questão escondida sob todas aquelas máscaras de terror: a questão sobre o poder da morte. E que diferença faz se eles acusam os cristãos de querer “levar o Halloween de volta”!


co wolno egzorcyście

Leia também:
O primeiro Halloween começou com um exorcismo


PUMPKINS

Leia também:
Halloween: o problema não está nas fantasias ou nos doces

Paul Clavier

Tags:
História da IgrejaSuperstição
Top 10
Ver mais