Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Julho |
Santo Inácio de Loyola
home iconEspiritualidade
line break icon

Três orações para oferecer a Deus nos momentos de sofrimento

YanLev

Edifa - publicado em 13/01/21

As provações muitas vezes são ocasiões para o desânimo ou inclusive a revolta contra Deus. Aqui estão três maneiras de pedir ajuda a Ele nos momentos de angústia física ou psicológica

Quando sofremos, o que é que ainda temos para dar ao Senhor? Qualquer que seja o tipo do sofrimento, de doença, de ajuda psicológica, a primeira coisa que temos que fazer é oferecermos a nós mesmos. E então, ofereça a Deus, através das orações, o esforço que você faz para curar, a pílula que você engole para a dor de cabeça e ainda mais a quimioterapia que acabou de receber. Mas como você pode se voltar para Deus quando a revolta e o desânimo tomam conta de você?

1. Meu Deus, meu Deus, por que me desamparastes? (Sal 22,1)

Deus ama essa luta contra o mal com a ajuda de médicos e familiares, pois Deus, como diz a Bíblia, está zangado com o mal em todas as suas formas. É por isso que temos o direito de dizer-lhe, como o próprio Jesus fez no Calvário: “Por que, meu Deus, por quê?”, “Por que tanto sofrimento nesta Terra?” Esse sentimento de indignação, que pode durar muito tempo, não é pecado, pois participa de alguma forma da indignação do próprio Deus contra o mal.

2. “Seja feita a vossa vontade!”

Também podemos lembrar o que os santos provaram quando sofreram, ou seja, seu abandono à santa vontade de Deus. Se Deus permite essa prova, é melhor que, na maioria das vezes, só a conheçamos no Céu. Quando a pequena Bernardete, na cidade de Lourdes, que se tornou Irmã Marie-Bernard, sofria terrivelmente de asma no seu convento de Nevers, ela estava sempre repetindo o “sim” que a Santíssima Virgem lhe ensinou a dizer à vontade de Deus. Essa aceitação está além de nossas forças. Não é natural, mas sobrenatural. É disso que o padre se lembra quando apresenta o Pai-Nosso. É “unidos no mesmo Espírito” que podemos dizer: “Pai … seja feita a vossa vontade!” Quando sofremos, não devemos esquecer de implorar a Jesus que deixe seu Espírito passar por nós para que também possamos dizer, como ele: “Pai, não o que eu quero, mas o que tu queres!” (Mc 14,36).

3. “Eu, que agora me alegro nas penalidades que sofro por vós, e que cumpro na minha carne o que resta a padecer a Jesus Cristo pelo seu corpo, que é a Igreja, da qual eu fui constituído Ministro segundo a dispensação de Deus” (Col 1, 24).

Acima de tudo, essa aceitação contribui para a salvação do mundo. Em sua imensa misericórdia, Deus quer associar o homem ao sacrifício que Jesus lhe ofereceu na cruz. “Por ele, com ele e nele”, podemos oferecer à Deus todos os atos de amor que somos chamados a fazer nas nossas horas de sofrimento. Porque é claro que não é o nosso sofrimento em si que agrada a Deus, mas essa espécie de sorriso interior que continuamos a oferecer a ele em meio ao nosso sofrimento, quando preferíamos reclamar, fugir, nos encerrar. Este sorriso repara todas as murmurações dos homens contra Deus.

O apóstolo Paulo expressou este mistério do sofrimento redentor numa frase poderosa em sua Carta aos Colossenses: “Eu, que agora me alegro nas penalidades que sofro por vós, e que cumpro na minha carne o que resta a padecer a Jesus Cristo pelo seu corpo, que é a Igreja, da qual eu fui constituído Ministro segundo a dispensação de Deus” (1, 24). Esta convicção tem permitido a milhares de cristãos doentes durante séculos viver seus exames de saúde, se não for com alegria, pelo menos em paz. A paz que vem da certeza de não experimentar o inútil quando o corpo ou o coração de nós está sobrecarregado pelo sofrimento.


PADRE PIO, SAN PIO,

Leia também:
Oração do Padre Pio: “Permanecei, Senhor, comigo!”


MULHER CONSOLA OUTRA NA IGREJA

Leia também:
Existe mesmo a vontade de Deus por trás do nosso sofrimento?

Padre Pierre Descouvemont

Tags:
OraçãoSofrimento
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira rezou todos os dias às 3h...
3
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
4
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
5
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
6
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
7
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
Ver mais