Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 30 Novembro |
Santo André 
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Quaresma: quando o jejum nos ajuda a ser mais generosos com os outros

Holding Hands

Shutterstock

Edifa - publicado em 24/02/21

É difícil perceber num primeiro olhar qual é a ligação entre a caridade e o jejum que a Igreja pede aos cristãos durante a Quaresma. No entanto, jejuar pode ajudá-lo a amar melhor o seu próximo

Embora o jejum praticado pelos judeus fosse visto principalmente como uma prática ascética destinada ao autocontrole corporal, os cristãos logo trouxeram outro significado à prática. Tornou-se essencialmente um gesto de caridade fraterna: nos privamos da comida para dá-la a quem tem fome! Não é isso que ainda se experimenta hoje, quando, na quarta-feira de cinzas e em outros momentos da quaresma, os fiéis se reúnem para partilhar uma simples refeição, enquanto depositam o dinheiro da comida não consumida em uma cesta?

Assim, hoje em dia, não faltam cristãos que se perguntam se os atos de caridade não são muito mais importantes do que o jejum que a Igreja os chama a viver durante a Quaresma e em alguns outros dias do ano. Não é a caridade fraterna o grande mandamento do Senhor, ao mesmo tempo que o testemunho essencial que ele nos pede para dar? “Nisso todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros” (Jo 13,35).

As muitas vantagens do jejum para o corpo e para a alma

O jejum é, junto com a oração e a esmola, uma das três atividades que o Senhor nos exorta a realizar “em segredo” (Mt 6,1-18) para agradar ao nosso Deus. É por isso que a Igreja sempre nos propõe, no início da Quaresma, uma resolução nestas três direções. Aqui estão alguns pontos de reflexão para ajudá-lo a jejuar com maior frequência e qualidade.

O jejum ilumina nosso corpo e mente: nos livramos da gordura ruim, adormecemos mais rápido e temos uma mente mais leve para ler e rezar. A fome que sentimos nos dias de jejum nos obriga a pensar nos milhões de pessoas ao redor do mundo que nunca têm o suficiente para se alimentar, e assim nos sentimos compelidos a fazer algo por elas e a não mais “consumir” impensadamente. Podemos nos alimentar da Palavra de Deus ao tempo que nos privamos do consumo de uma boa comida. Seguindo Paulo (2 Cor 6- 5), podemos obter muitas graças – em particular a conversão dos pecadores – oferecendo seus jejuns a Deus como um sacrifício agradável. “O que falta às tribulações de Cristo, completo na minha carne, por seu corpo que é a Igreja” (Colossenses 1, 24).

Ainda que não devamos falar sobre o quanto estamos “jejuando bem”, vale a pena ajudar um ao outro a crescer em generosidade. Por exemplo, decidindo jejuar juntos – ou ao mesmo tempo – algumas vezes durante a Quaresma, ou mesmo ajudando seus filhos a dizer não à sobremesa. Mas é importante que permaneçamos pacientes com todos aqueles que ainda não compreenderam a importância do jejum em suas vidas. Muito lamentável seria o cristão que se impôs um jejum rigoroso, mas zombou de seu vizinho obeso, ainda incapaz de controlar seu apetite.


FAST

Leia também:
Você acha difícil fazer jejum? Olhe para Jesus na cruz


POST

Leia também:
Como o jejum nos liberta tanto física quanto espiritualmente

Abbe Pierre Descouvemont

Tags:
FamíliaJejumQuaresma
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais