Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 25 Abril |
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

3 cuidados ao incentivar seus filhos a ajudar o próximo

ALTAR BOY,

Romrodphoto | Shutterstock

Edifa - publicado em 24/03/21

Devemos ensinar nossos filhos a desenvolver suas capacidades de servir da maneira mais rápida e eficaz possível

O serviço educativo tem que começar muito cedo porque mais do que uma forma de fazer, é sobretudo uma forma de ser: ser servo. Sabemos como os primeiros anos de vida são determinantes para a orientação da personalidade da criança. Este aprendizado irá, portanto, antes de mais nada, passar por detalhes importantes.

1. Não ter paciência com a lentidão dos pequenos 

Assim que a criança for grande o suficiente, ela deve ser encorajada a prestar serviço aos outros, mesmo que seja uma ajuda ainda desajeitada, ou que seja um tanto embaraçoso para os pais. Ele pode, por exemplo, pôr a mesa, juntar seus brinquedos, ajudar a colocar a toalha do banheiro na máquina de lavar. O mais importante não é a eficácia imediata do serviço, mas que, aos poucos, a criança tenha o desejo e a ideia de estar a serviço dos outros. É por isso que devemos ter cuidado com os filhos mais velhos e até mesmo com os próprios pais, para que não fiquem impacientes diante da falta de jeito dos mais novos ao realizar tarefas.

2. Remunerar seus filhos pelo o serviço

A criança em crescimento pode ser ensinada a servir discretamente, sem que ninguém perceba (exceto o Senhor que tudo vê). É possível apresentar tudo em forma de jogo: alguns pais, para incentivar os filhos a participarem nas tarefas domésticas, dão-lhes um pequeno pé-de-meia toda semana. Claro, todo trabalho merece pagamento, mas é muito importante que as crianças aprendam a prestar serviço de graça. Por outro lado, as crianças devem ser sempre agradecidas pela ajuda prestada e incentivadas a continuar neste caminho.

3. Recorrer aos grandes sermões e discursos

A eficiência aos olhos do mundo é a mesma que aos olhos de Deus? Se devemos procurar ser o mais úteis possível, não somos também servos fundamentalmente desnecessários ? Devemos, portanto, ensinar nossos filhos a desenvolver suas capacidades de servir da maneira mais rápida e eficaz possível. Mas também fazer com que descubram, em particular através de seus (aparentes) fracassos, que somos pequenos nas mãos de Deus, que é ele quem tudo faz por nós e que a real eficácia de nossas ações nos escapa e está além de nós. Não é fácil conduzir nossos filhos por esses caminhos e isso não se faz, em nenhum caso, com “sermões” e grandes discursos. Devemos também querer caminhar nesta direção , dar o exemplo e servir aos que estão ao nosso redor.


MOTHER

Leia também:
6 tipos de relação mãe-filho que podem causar muito dano

Christine Ponsard

Tags:
CaridadeFamíliaFilhos
Top 10
Ver mais