Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 21 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Aumenta para sete o número de mortos no incêndio à creche em Janaúba

IRELAND-RELIGION-CATHOLIC-CHILDREN

PAUL FAITH / AFP

Reportagem local - publicado em 06/10/17

A diocese local afirma que o clero acompanha de perto a tragédia, dando apoio espiritual e ajudando nas necessidades das vítimas

O incêndio provocado intencionalmente por um vigia em uma creche de Janaúba, Minas Gerais, sudeste do Brasil, acabou matando cinco crianças, uma professora e o próprio autor, além de deixar 50 feridos.

O fogo começou às 9h da manhã dessa quinta-feira, na creche “Gente Inocente” de Janaúba, localidade de 70.000 habitantes a 600 km ao norte de Belo Horizonte.

A professora Helley Abreu Batista, de 43, que foi socorrida ontem em estado grave, não resistiu às queimaduras e morreu nessa noite.

Além dos três meninos e uma menina que haviam falecido ainda no local, Renan Nicolas dos Santos Silva, de 6 anos, morreu a caminho do hospital, quando era transferido de helicóptero para o Hospital de Pronto-socorro XXIII.

O Ministério Público investiga o episódio que chocou o Brasil e o mundo.

O vigia foi internado em estado grave com queimaduras por todo o corpo, mas acabou falecendo, segundo informou o diretor do hospital regional de Janaúba, Bruno Ataíde Santos.

O centro atendeu 50 pessoas feridas, a maioria com queimaduras, disse o médico.

A Polícia Civil de Minas Gerais foi até a casa “do suspeito e de seus familiares” para “esclarecer as causas que motivaram o crime”.

“Lamento imensamente essa tragédia com as crianças em Janaúba. Quero expressar a minha solidariedade às famílias. Eu que sou pai imagino que esta deve ser uma perda muitíssimo dolorosa. Esperamos que essas coisas não se repitam no Brasil”, disse o presidente Michel Temer no Twitter.

De acordo com informações do portal EM, a Polícia Civil tem indícios de que o crime teria sido premeditado.

Na casa do vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, foram encontrados galões de combustível. Ele teria comentado com conhecidos que ”daria um presenta a todos, se matando em breve”.

Em Janaúba, foi decretado luto de sete dias.

O bispo de Janaúba, Dom Ricardo Brusati, solidarizou-se com os familiares das vítimas e colocou-se à disposição para ajudar e amenizar o sofrimento dos impactados pela tragédia.

Em nota, a diocese afirma que o clero local acompanha de perto a tragédia. Os padres de Janaúba pedem oração pelas vítimas e familiares, como também atenção “às necessidades dos nossos irmãos e irmãs”.

Tags:
FilhosMorteTragédia
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia