Aleteia

10 anedotas envolvendo o Papa mais engraçado de todos os tempos

Renata Sedmakova | Shutterstock
Compartilhar
Comentar

São João XXIII, o Papa Bom, e suas tiradas que fizeram história

Angelo Giuseppe Roncalli, o Papa São João XXIII, nasceu na Itália em 1881 e foi ordenado sacerdote em 1904, aos 23 anos de idade.

Quando bispo, ajudou a salvar centenas de judeus perseguidos pelo nazismo durante a Segunda Guerra Mundial ao lhes conceder o “visto de trânsito” da Delegação Apostólica. Em 1958, com a morte do Papa Pio XII, foi eleito ao Trono de Pedro e não demorou a ser apelidado de “Papa Bom”, graças ao seu enorme carisma e bom humor, além, obviamente, da bondade e generosidade pelas quais já era vastamente conhecido. Em seu comprometimento com o diálogo entre os povos e com a missão católica de testemunhar o Evangelho em todos os âmbitos da vida humana, convocou o Concílio Vaticano II para refletir de que maneiras a pastoral da Igreja precisaria responder aos desafios de um mundo em aceleradas transformações sociais.

São João XXIII partiu para o Abraço Eterno do Pai no dia 3 de julho de 1963, foi beatificado por São João Paulo II no Jubileu do Ano 2000 e canonizado pelo Papa Francisco em abril de 2014. Sua festa litúrgica é celebrada em 11 de outubro.

O Papa mais engraçado de todos os tempos

São João XXIII é frequentemente recordado pelas muitas situações e tiradas bem-humoradas que protagonizou.

1 – Os alfaiates

Logo após ser eleito Papa e aceitar a votação, ele se retirou para colocar as vestes brancas do Bispo de Roma, conforme a tradição. Mas aí surgiu o problema: nenhuma das três batinas previamente preparadas servia para ele. Os encarregados ficaram embaraçados e o novo Papa observou, sorrindo:

“Está claro que os alfaiates não me queriam como Papa”.

2 – O outro Papa

Em certa ocasião, recebeu um bispo italiano em uma audiência que durou mais que o previsto. Seu secretário, mons. Loris Capovilla, foi então lhe recordar que ele ainda tinha uma longa lista de audiências. São João XXIII comentou com o bispo:

“Às vezes não sei se o Papa sou eu ou se é ele”.

3 – Os trabalhadores do Vaticano

É muito famosa a sua resposta para alguém que perguntou quantas pessoas trabalhavam no Vaticano. Com naturalidade, São João XXIII respondeu:

“Mais ou menos a metade”.

4 – A superiora do Espírito Santo

Certa vez, o Papa Bom saiu do Vaticano sozinho e foi ao Hospital Espírito Santo para visitar discretamente um amigo padre que estava internado. Ao bater à porta, surgiu a madre superiora, que, emocionadíssima, disse:

“Santo Padre! Eu sou a superiora do Espírito Santo”.

O Papa lhe respondeu:

“Mas que grande carreira a senhora fez, madre! Eu só consegui chegar a ser Vigário de Cristo”.

5 – “Vou falar com o Papa”

São João XXIII costumava confidenciar aos seus colaboradores:

“Com frequência acordo à noite e começo a pensar numa série de problemas graves e então decido que preciso falar sobre eles com o Papa. Depois, acordo completamente e me lembro que o Papa sou eu!”

Com frequência, aliás, ele declarava:

“Todo mundo pode ser Papa. A prova é que eu sou”.

6 – São João Extramuros

São João XXIII foi o primeiro Papa do século XX que, em diversas ocasiões e sem alarde algum, saiu dos muros do Vaticano para visitar pessoas necessitadas. Os romanos, com seu típico senso de humor, o chamavam de São João Extramuros, em referência à famosa basílica de São Paulo Extramuros (ou São Paulo Fora dos Muros).

7 – João Batista

Numa ocasião em que recebeu um senador norte-americano, este se apresentou mencionando a sua religião:

“Santidade, eu sou batista”.

O Papa respondeu com seu habitual sorriso e espirituosidade:

“Eu sou João. Então estamos completos!”

8 – Sagradas Escrituras

Em outra ocasião, o Papa recebeu o rabino de Roma e, após a reunião, o acompanhou até a porta da sala de audiências. O rabino então cedeu a passagem para que o Papa saísse antes, mas São João XXIII, fazendo educadamente o gesto de deixá-lo ir à frente, respondeu em tom solene:

“Primeiro o Antigo Testamento!”

9 – As irmãs de São José

Um grupo de freiras se apresentou a ele informando que eram as irmãs de São José. O Papa respondeu na hora:

“Ora, mas que bem conservadas!”

10 – Para encerrar

Virou costume que São João XXIII encerrasse os seus encontros com os peregrinos dizendo esta pérola sobre o fato de passar quase todo o tempo dentro do Vaticano:

“Voltem, voltem, pois, infelizmente, estamos sempre aqui”.

Boletim
Receba Aleteia todo dia