Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

Incêndio atinge milenar abadia da “linha reta dos 7 santuários” de São Miguel Arcanjo

SACRA DI SAN MICHELE
Compartilhar

A Sacra de São Miguel, com mais de 1.000 anos de existência, é um dos mais impactantes mosteiros do mundo

Um incêndio de grandes proporções, na noite desta quarta-feira, 24 de janeiro, provocou graves danos ao teto da milenar abadia italiana conhecida mundialmente como A Sacra de São Miguel.

O impressionante complexo de mais de dez séculos, formado por um mosteiro e uma igreja, foi construído entre os anos de 983 e 987 sobre uma enorme rocha do Vale de Susa, na região do Piemonte, a cerca de 40 quilômetros de Turim. A monumental abadia passava por trabalhos de restauração precisamente no teto. As primeiras informações são de que, provavelmente, um curto circuito causou as chamas.

Não há feridos. Os três padres rosminianos que vivem na abadia foram retirados do local por segurança. A abadia foi confiada à sua ordem religiosa, o Instituto da Caridade, em 1836. Os tesouros históricos, culturais e de arte sacra também parecem ter sido poupados da destruição.

Roby1960 | Shutterstock

A Sacra de São Miguel faz parte da antiga Via Francígena, uma rota medieval de peregrinação que ia da França para Roma. É um dos sete santuários dedicados ao Arcanjo Miguel que, pela sua localização geográfica, formam no mapa uma impressionante linha reta entre a Irlanda e Israel. Saiba mais sobre estes 7 santuários acessando o seguinte artigo:

A misteriosa linha reta que une 7 santuários dedicados a São Miguel: coincidência?