Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Corpo incorrupto de jovem em processo de canonização? Esclarecimentos

ACUTIS
Compartilhar

O venerável Carlo Acutis, grande amigo de Jesus na Eucaristia, partiu deste mundo aos 15 anos de idade em decorrência da leucemia

ATENÇÃO: Esta matéria contém atualizações publicadas em 25 de janeiro, às 09h06

Em 23 de janeiro de 2019, o pe. Marcelo Tenorio, vice-postulador da causa de canonização do venerável Carlo Acutis, comunicou via Facebook que o corpo do jovem italiano apaixonado pela Eucaristia e falecido em decorrência da leucemia aos 15 anos de idade, em 12 de outubro de 2006, tinha sido encontrado incorrupto:

Caríssimos, recebi hoje da mãe de Carlo Acutis a feliz notícia de que o corpo do venerável jovem, que morreu dando a vida pelo Papa Bento XVI, está INTACTO.
Para nós que o amamos e divulgamos sua vida é um momento de imensa emoção e alegria.
Vi as fotos, mas não posso divulgar.
Seu corpo será levado para o convento dos capuchinhos, em Assis, e de lá, em tempo oportuno, transladado para antiga Igreja de Santa Maria Maior, na mesma Assis.

Te Deum laudamus. Te Dominum confitemur!

Pe. Marcelo Tenorio
Vice postulador.

Esclarecimentos

No dia seguinte, porém, a nota foi retirada do Facebook (o link original agora traz a mensagem de “página não encontrada“). Como a notícia começou a sofrer interpretações equivocadas, o pe. Marcelo publicou em seu lugar os seguintes esclarecimentos, inclusive a respeito do termo “incorrupto”, que havia sido usado por ele próprio a título pessoal como devoto e não como autoridade canônica ou científica:

NOTA SOBRE A EXUMAÇÃO DO CARLO ACUTIS.

1. A notícia da exumação do corpo do Carlo é verdadeira. Aconteceu ontem, no cemitério de Assis.

2. O corpo foi levado para um lugar seguro, onde será preparado por especialistas e depois conduzido para o Santuário da Espoliação, em Assis.

3. O corpo encontrou-se num bom estado de conservação. Realmente falei aqui que o corpo estava intacto, mas sem autoridade alguma, claro, pois quem vai dizer se é milagre ou não serão os especialistas, para isso se fazem presentes em momento como este. A ciência jamais atesta MILAGRE só no olhar. Eles analisam, diferente dos fiéis comuns. E que bom que existem fiéis comuns que gritam “Milagre!” “MILAGRE!”

4. Quando assinei a nota como “Vice postulador”, explico: no momento, aqui em minha Arquidiocese, acompanhamos um possível milagre para o qual o Vaticano mandou constituir um tribunal. Acompanhando esse tribunal, fui nomeado pela Associação Carlo Acutis, vice postulador. FUNÇÃO QUE EM BREVE CESSARÁ, com o fechamento do Tribunal, na próxima semana.

5. Ao dar a notícia da exumação e da condição em que se encontra o corpo, o fiz em MEU PRÓPRIO NOME, sem nenhuma autoridade canônica ou científica, mas AUTORIDADE DE DEVOTO que sou. Devoto comum, entre milhares e milhares de brasileiros que conheceram e aprenderam a amar o Carlo e sua história do Norte ao Sul do nosso querido País.

Pe Marcelo Tenorio

Posição oficial

O postulador da causa de beatificação e canonização, Nicola Gori, também publicou um comunicado no site oficial da Associação Carlo Acutis. Por mais que o corpo do jovem venerável apresente um bom estado de conservação, ele pede prudência para se evitarem precipitações enquanto as verificações médicas ainda prosseguem:

Na quarta-feira, 23 de janeiro de 2019, os despojos mortais do Venerável Carlo Acutis, em conformidade com as leis canônicas, foram exumados e transferidos para um lugar idôneo, em vista da sua trasladação para o Santuário da Espoliação de Assis, prevista nos dias 5-6 de abril próximo.

No respeitante ao estado de conservação do corpo qualquer avaliação é prematura, pois estão a decorrer as verificações oportunas por parte de uma equipe médica.

A Postulação e a Associação Amigos de Carlo Acutis convidam os admiradores e os devotos de Carlo, à devida discrição, abstendo-se de difundir notícias infundadas e a regular-se, para a devoção a Carlo, pelas vigentes normas canônicas que ainda não permitem um culto público.

Nicola Gori
Postulador da causa da beatificação e canonização.

O que é a “elevatio”

A constatação se deveu à assim chamada “elevatio” do corpo de Carlo Acustis. Trata-se da cerimônia de reconhecimento dos restos mortais pela Congregação para as Causas dos Santos.

O termo “elevatio”, em latim, significa “elevação” – a pronúncia é “elevátsio”.

O rito, realizado como parte do processo de canonização, inclui a exumação dos restos mortais para a sua posterior transferência a um local público de veneração. Em geral, a “elevatio” ocorre quando a pessoa em causa de canonização é “elevada” de venerável a serva de Deus.

Quem é o venerável Carlo Acutis

Saiba mais sobre a história e o fascinante testemunho de vida do venerável Carlo Acutis lendo este recente depoimento da própria mãe do jovem: Antonia Salzano conta que foi o exemplo do filho o que a aproximou de Jesus na Eucaristia: