Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Estilo de vida

Pessoas deprimidas usam uma linguagem diferente, aponta estudo

SAD WOMAN

By eldar nurkovic | Shutterstock

Familia.com.br - publicado em 29/01/19

Trezentos milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de depressão, isso faz com que novas opções de diagnóstico e tratamento sejam estudadas a fim de melhorar as condições e diminuir esse número

Muito se fala das alterações de hábitos que ocorrem em uma pessoa depressiva. Alterações alimentares, no sono, no convívio social, dentre outras, mas o que um novo estudo descobriu recentemente é que é possível também reconhecer uma pessoa depressiva através de sua linguagem.

O estudo publicado no Clinical Psychological Science mostra que as pessoas que sofrem de depressão têm uma linguagem bastante característica e que pode ser observada para inclusive ajudar no diagnóstico da doença.

Não só as palavras de um depressivo sofrem alterações, mas uma mudança no estilo também foi notada. Palavras como triste, péssimo, sozinho, e outras que expressam um sentimento negativo são muito usadas por pessoas nessas condições, além também do uso de pronomes na primeira pessoa, como eu, eu mesmo, mim, o que simboliza a distância os outros e o foco em si mesma.

Observar a linguagem nestes casos é mais uma forma de ajudar os psicólogos a diagnosticarem a doença e não a única opção de fazê-lo. Por outro lado, qualquer pessoa pode fazer uso de linguagem similar sem mesmo estar sofrendo com a depressão. Justamente por este motivo, o estudo mostra que a linguagem observada é um auxiliar do diagnóstico final.

A escrita reflete claramente a forma como a pessoa se sente, e por um motivo ou outro ela pode ser alterada.

No entanto, a Organização Mundial da Saúde alerta que os números de pessoas que sofrem com depressão vêm aumentando a cada ano. Estima-se que mais de trezentos milhões de pessoas em todo o mundo estejam hoje sofrendo com a doença.


DEPRESSION

Leia também:
Você já ouviu falar sobre o triângulo da depressão?

Considerar a linguagem como mais uma ferramenta de diagnóstico para depressão pode auxiliar na prevenção do suicídio, fator bastante associado a pacientes depressivos.

É importante salientar que apenas médicos treinados têm a capacidade de diagnosticar corretamente a depressão. Sintomas isolados, como a tristeza, por exemplo, por si só não caracterizam a doença.

Outros sintomas são associados a um paciente depressivo, em maior ou menor grau:

  • Desesperança
  • Irritabilidade
  • Sentimento de culpa
  • Alterações no peso
  • Tristeza
  • Falta de energia
  • Desânimo
  • Ansiedade
  • Isolamento social
  • Pensamentos suicidas

A depressão tem tratamento e quanto antes for iniciado o acompanhamento médico melhor para evitar que o quadro se agrave. Se perceber alguns sintomas associados, busque ajuda médica e tente também se ajudar, evitando o isolamento, considerando a prática de exercícios físicos, conversando com outras pessoas. Estas atitudes têm forte apelo positivo no tratamento.

(via Família)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
DepressãoSaúde
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia