Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 22 Maio |
Santa Quitéria
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

É preciso abandonar o desejo de dominar os outros, diz Papa

GUILLERMO LEÓN ESCOBAR

AP Photo/L'Osservatore Romano/Pool Photo via AP

Guillermo León Escobar Herrán, Colombian Ambassador to the Holy See, right, presents his credentials to Pope Francis, at the Vatican Saturday, April 25, 2015.

Vatican News - publicado em 19/12/19

"Somente quando colocamos de lado a indiferença e o medo pode crescer e prosperar um verdadeiro clima de respeito recíproco"

O Papa Francisco recebeu embaixadores de Seychelles, Mali, Andorra, Quênia, Letônia e Niger, nesta quinta-feira. Em seu discurso, ele destacou dois aspectos: a paz e o respeito pelo meio ambiente.

“O nosso encontro de hoje se realiza enquanto os cristãos de todo o mundo se preparam para celebrar o nascimento Daquele ao qual nos dirigimos como Príncipe da paz”, disse o Papa.

Todavia, o mundo hoje é “tristemente” marcado por conflitos civis, regionais e internacionais, divisões sociais e desigualdades.

Por isso, é “essencial” empreender um diálogo construtivo e criativo. Neste esforço, Francisco garantiu o compromisso da Igreja Católica em colaborar com todo parceiro responsável em promover o bem de toda pessoa e de todos os povos.

O caminho rumo à paz tem início com a abertura à reconciliação. O Papa citou um trecho de sua mensagem para o Dia Mundial da Paz de 2020, em que escreve que é preciso abandonar o desejo de dominar os outros e aprender a nos olhar como irmãos.

Somente quando colocamos de lado a indiferença e o medo pode crescer e prosperar um verdadeiro clima de respeito recíproco. Isso, por sua vez, leva ao desenvolvimento de uma cultura da inclusão, a um sistema econômico mais justo e a várias oportunidades para a participação de todos à vida social e política.

Para Francisco, a presença dos embaixadores já é por si um sinal da vontade desses países de enfrentar as situações de injustiça, discriminação, pobreza e desigualdades que afligem o mundo.

Como um dos obstáculos para a paz o Pontífice apontou o desrespeito pela Casa Comum, em especial com a exploração abusiva dos recursos naturais. O Papa mencionou o recente Sínodo para a Pan-amazônia, que fez um apelo por um renovado apreço da relação entre comunidade e terra, presente e passado e entre experiência e esperança.

O empenho por uma gestão responsável da terra e dos seus recursos é urgentemente desejado em todos os níveis, da educação familiar à vida social e civil, até as decisões políticas e econômicas.

Francisco concluiu desejando que a missão dos novos embaixadores junto à Santa Sé seja profícua e formulando votos de paz e Feliz Natal a todos os povos que representam.

(Com Vatican News)

Tags:
PapaPapa FranciscoPaz
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia