Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 15 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

A mulher que estava prestes a dar à luz na hora da explosão em Beirute

BEIRUT

Houssam Hariri / NurPhoto / NurPhoto via AFP

Reportagem local - publicado em 06/08/20

Ela teve que dar à luz sem anestesia, em parto natural e em choque no meio do caos que se abateu sobre o hospital, danificado pelo impacto

Uma mulher identificada como Emmanuelle estava na sala de parto do Hospital Saint George, em Beirute, nesta última terça, quando a descomunal explosão no porto da cidade matou 137 pessoas e feriu mais de 5 mil. Seu esposo, Edmond, estava filmando os preparativos do nascimento do filho e registrou em vídeo o momento em que os efeitos da explosão atingem a sala, estilhaçando as janelas e causando graves danos em equipamentos.

Edmond correu para empurrar a cama da esposa para o corredor. Ele ainda conseguiu ajudar os médicos e enfermeiros, em meio a vidros quebrados, equipamentos destruídos, paredes danificadas e o caos gerado pelo susto.

Cerca de uma hora e meia após a explosão, Emmanuelle teve que dar à luz ainda em choque e sem anestesia, mediante parto natural.

Graças a Deus, ela e o bebê, George, passam bem.


LIBAN, BEJRUT

Leia também:
Líbano: freira faleceu em decorrência das explosões

Tags:
BebêsMundo
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia