Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconAtualidade
line break icon

Pe. Robson fala sobre investigações de desvio de dinheiro

Pe. Robson de Oliveira

Facebook / Pe. Robson

Reportagem local - publicado em 24/08/20

"Meu coração está sereno", disse o padre investigado por suposto esquema de corrupção na Associação dos Filhos do Pai Eterno

Alvo de investigações do Ministério Público de Goiás, que apura um suposto esquema de desvio de dinheiro da Associação dos Filhos do Pai Eterno (Afipe) em Trindade, GO, o Pe. Robson de Oliveira Pereira, fundador e presidente da instituição, divulgou um vídeo em que fala sobre as investigações. O pronunciamento foi feito pelas redes sociais.

Pe. Robson, que pediu afastamento das suas funções na associação, assim como do cargo de reitor da Basílica-Santuário do Divino Pai Eterno de Trindade, disse que a medida foi tomada para ajudar nas investigações. “Eu sempre estive e continuo à disposição do Ministério Público. Por isso, esse meu pedido de afastamento vai me permitir colaborar com as apurações da melhor forma e com a total transparência, para que seja confirmado que toda doação que fazemos ao Pai Eterno – terços rezados, o dinheiro doado, tempo, carinho, trabalho empregado na evangelização – foi toda, repito, toda empregada na própria associação, na Afipe, em favor da evangelização”, disse.

O padre também disse acreditar que provará sua inocência: “Meu coração está sereno, confiante de que tudo será esclarecido o mais breve possível (…). Neste momento de provação eu tenho certeza que esta obra não vai ser abalada, porque Deus é o nosso Pai e nunca desampara seus filhos. Eu peço a vocês, devotos do Pai Eterno, que permaneçam unidos em oração, rezando comigo as novenas, os terços e pedindo para que tudo isso seja resolvido com maior brevidade possível”, afirmou.

Assista à íntegra do vídeo:

Arquidiocese emite nota

A Arquidiocese de Goiânia emitiu nota em que fala sobre as investigações do Ministério Público e o pedido de afastamento do Pe. Robson: “O presidente da AFIPE, Padre Robson de Oliveira Pereira, se afastou de suas funções na Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO), bem como da direção da AFIPE, enquanto a Associação caminha para contratar empresa idônea de auditoria externa, no sentido de ser realizada ampla e profunda apuração de documentos e dados relativos à AFIPE”.

Na nota, o Arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, também diz que Igreja está colaborando com as apurações da Justiça: “A Arquidiocese de Goiânia e a Congregação Redentorista estão atentas à movimentação do Ministério Público, envidando todos os esforços para que se esclareçam, o mais rapidamente possível, todas as questões envolvendo a AFIPE, no sentido de que se preserve a credibilidade da Igreja local, a boa-fé dos milhões de devotos e doadores da Associação e, especialmente, o trabalho cotidiano de evangelização, seja na Basílica do Pai Eterno, seja nas associações mantidas pela AFIPE, seja nas rádios e na TV Pai Eterno”, conclui o documento, que pode ser lido na íntegra no artigo abaixo.




Leia também:
Arcebispo de Goiânia emite nota sobre denúncias contra o Pe. Robson

Para evitar escândalos e preservar a fé, a arquidiocese também decretou a suspensão temporária do chamado “uso de ordens” do Pe. Robson, ou seja, ele está, impedido de exercer suas funções sacerdotais, como a celebração de Missas.

As investigações

A operação Vendilhões, deflagrada pelo Ministério Público de Goiás, investiga suposto esquema bilionário de desvio do dinheiro doado pelos fiéis para as obras de evangelização da Associação dos Filhos do Pai Eterno, a Afipe. Segundo as investigações, Pe Robson “criou várias associações com nome de fantasia Afipe ou similar, com a mesma finalidade, endereço e nome, e que, por meio de alterações estatutárias, gradativamente, assumiu o poder absoluto sobre todo o patrimônio das Afipes”.

As investigações ainda apontam que as verbas de doações foram usadas para a aquisição de fazendas e até uma casa na praia, avaliada em R$ 2 milhões.

Também estão sendo investigadas outras pessoas que seriam funcionários da Afipe e nomeadas pelo Pe. Robson. Os crimes apontados pelo Ministério Público são: apropriação indébita, lavagem de dinheiro, falsificação de documentos, sonegação fiscal e associação criminosa.

Não deixe de ver o vídeo do Pe. Robson em que ele próprio explica a situação.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
IgrejaPadresSantuários
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia