Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 30 Junho |
Beato Basílio Velyckovskyj
Aleteia logo
Estilo de vida
separateurCreated with Sketch.

Queda de WhatsApp, Facebook e Instagram expôs vício em smartphone

shutterstock_1586442502.jpg

Daisy Daisy | Shutterstock

Octavio Messias - publicado em 06/10/21

Dependência patológica do aparelho é chamada nomofobia

Na virada de 1999 para o ano 2000, houve muita expectativa com relação ao chamado Bug do Milênio, quando temia-se que a internet cairia no mundo todo, o que não aconteceu.

Nesta segunda (4), a esfera virtual viveu fenômeno semelhante, quando as redes sociais e aplicativos do grupo Facebook – o que inclui WhatsApp, Instagram e Messenger – ficaram fora do ar ao longo de sete horas, vindo a ser regularizados apenas no período da noite.

O assunto rapidamente tornou-se trending topic no Twitter, uma das poucas redes sociais que permaneceu em atividade durante o apagão que continua sem explicação. Palavras como “ansiedade” e “surtando” estiveram entre as mais buscadas no Twitter e no Tik&Tok.  

Quando os serviços voltaram ao normal, foram comuns relatos de pessoas que se sentiram mais livres e produtivas sem acesso a esses dispositivos, e de outras que ficaram aflitas com medo de perder oportunidades de trabalho ou interações interpessoais.

Tamanho alarde em torno de algumas horas sem acesso a redes sociais em plena segunda-feira demonstra o quão dependente o mundo contemporâneo é desses serviços. Mais do que isso, expõe um dos grande problemas do nosso tempo: a nomofobia, palavra dada ao pavor de ficar sem acesso ao celular (“no mobile phobia”, em inglês).   

DESATENÇÃO E ANSIEDADE

O excesso de tempo online fragmenta nossa atenção e altera nossa percepção de tempo. São comuns relatos de pessoas que nem sentem as horas passarem quando demasiadamente expostas às redes sociais.

E se, mesmo sem estar aguardando notícias ou contatos importantes por meio dessas plataformas, você sente ansiedade quando cai a internet, quando fica sem sinal ou quando acaba a bateria do aparelho, talvez você esteja sofrendo de nomofobia.

Esses são alguns dos critérios para identificar o transtorno, de acordo com o livro “Nomofobia – Dependência do Computador, Internet, Redes Sociais? Dependência do Telefone Celular?”, organizado pela psiquiatra Anna Lucia Spear King, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

A obra revela dados surpreendentes, como que de cada 100 pessoas, 15 têm relação compulsiva com o smartphone. A nomofobia tende a estar associada a outros quadros como fobia social, ansiedade e depressão. 

Confira, abaixo, os principais sintomas da nomofobia. E, caso se identifique com a maioria deles, considere procurar ajuda psicológica e/ou psiquiátrica.

– Prejuízo de desempenho no trabalho;

– Repreensão constante por parte dos superiores;

– Dificuldade de concentração em leituras ou no trabalho; 

– Dificuldade em dormir ou em ter um sono restaurador;

– Irritação durante encontros familiares; 

– Dificuldade em se desconectar completamente. 

Tags:
InternetRedes sociaisVícios
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia