Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 02 Março |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Padre Júlio Lancellotti recebe honraria do Estado de São Paulo

POMOC UBOGIM

APIWAN BORRIKONRATCHATA | Shutterstock

Octavio Messias - publicado em 05/11/21

Assembleia Legislativa de São Paulo condecorou o sacerdote com Colar de Honra ao Mérito pelas suas ações em defesa dos direitos humanos 

Conhecido por suas incansáveis ações comunitárias desde a paróquia de São Miguel Arcanjo, no bairro da Móoca, em São Paulo, passando pela Pastoral Povo da Rua da Arquidiocese de São Paulo e pela Casa Vida e se estendendo a basicamente a qualquer ser humano que precise de ajuda, Padre Júlio Lancellotti recebeu a mais alta honraria da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). 

O sacerdote foi condecorado com o Colar de Honra ao Mérito em sessão solene transmitida pela TV Alesp. A gargantilha, entregue pelos membros da mesa diretora da Alesp àqueles que contribuem para o desenvolvimento social, cultural e econômico de São Paulo, foi dada ao Padre Lancelotti em reconhecimento por sua atuação em defesa dos direitos humanos. 

Boas ações

Entre as ações apoiadas pelo sacerdote estão a entrega de marmitas para moradores de rua no Centro de São Paulo. Em fevereiro, Padre Lancellotti realizou um ato simbólico em protesto contra a colocação de pedras em um viaduto ocupado por moradores de rua. Além de seu trabalho à frente da Casa Vida, dedicada a atender crianças portadoras de HIV, entre tantas outras boas ações que realiza desde que foi ordenado em 1984. 

Padre premiado

A condecoração da Alesp foi concedida um mês depois de o pároco ter vencido o prêmio Zilda Arns de Direitos Humanos, realizado pela Câmara dos Deputados de São Paulo em 1º de outubro, Dia Nacional e Internacional da Pessoa Idosa. A premiação foi criada em 2017 e concede anualmente até cinco diplomas com menções honrosas, como o que Padre Lancellotti recebeu. O nome homenageia a médica pediatra Zilda Arns Neumann, uma das fundadoras da Pastoral da Criança, reconhecida por causas humanitárias e sanitaristas. 

O colar e o diploma se juntam a mais de duas dezenas de prêmios e condecorações pelos serviços prestados por Padre Júlio Lancellotti nos últimos 40 anos. Ainda em 2021, ele recebeu o título de Cidadão Niteroiense, concedido pela Câmara de Niterói (RJ). Entre seus mais importantes reconhecimentos estão os: Prêmio APCA 2020 na categoria Urbanidade; Prêmio de Direitos Humanos da USP (2020); Medalha da Arquidiocese de São Paulo pela defesa e promoção da Vida Humana (2015); Prêmio dos Direitos Humanos (2007), promovido pela Presidência da República, na categoria “Enfrentamento à Pobreza”, entre outros. 

Tags:
CaridadePadresPobreza
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia