Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 23 Maio |
São Desidério
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

EUA: ataque a grupo pró-vida incendeia escritório

Militantes pró-aborto

Rena Schild | Shutterstock

Francisco Vêneto - publicado em 13/05/22

Grupos pró-aborto intensificam agressões aos pró-vida diante de chances de anulação do aborto legal

O escritório de um grupo pró-vida foi incendiado nos Estados Unidos na noite do último domingo. O ataque foi perpetrado contra o Oregon Right to Life, cuja diretora executiva, Lois Anderson, declarou em comunicado que, embora a equipe tenha ficado abalada, a organização se mantém firme no compromisso de proteger a vida.

O comunicado informa que “um indivíduo usou dispositivos incendiários, um dos quais explodiu”. Não havia ninguém no escritório no momento do ataque. Os bombeiros agiram rapidamente, minimizando os danos materiais, e a polícia está investigando o caso.

Chances de anulação da lei de aborto nos EUA

Esse ataque ao grupo Oregon Right to Life se junta a uma covarde série de violências perpetradas por militantes abortistas no país, entre as quais há atos de vandalismo contra igrejas, interrupção de celebrações da Santa Missa, assédio contra católicos em oração pela vida e intimidação a juízes da Suprema Corte.

A Suprema Corte, de fato, deverá emitir em junho a sua decisão no tocante ao caso Dobbs versus Jackson Women’s Health Organization: a sentença poderá anular a decisão Roe versus Wade, que, em 1973, baseada em uma farsa, legalizou o aborto em todo o território dos EUA.

Ataques contra grupos pró-vida

Em 2 de maio, foi vazado à imprensa um rascunho do parecer da maioria da Suprema Corte, dando a entender que a sentença Roe versus Wade seria mesmo anulada. Foi em decorrência dessa perspectiva que a onda de violência dos militantes abortistas se intensificou.

No mesmo domingo do incêndio em Oregon, outros grupos abortistas vandalizaram a sede do grupo pró-vida Wisconsin Family Action (WFA). No sábado anterior, mais um grupo abortista assediou fiéis católicos em plena Missa na antiga catedral de São Patrício em Nova Iorque.

Repúdio aos ataques de militantes abortistas

A Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB) pediu jejum e oração diante da violência contra a vida e seus defensores.

O Oregon Right to Life declarou repúdio ao “uso da força, intimidação e violência por qualquer pessoa envolvida em atividades pró-vida” e reafirmou o “compromisso com o bem-estar de toda a vida humana”, respeitando “o valor inerente e a dignidade de todas as pessoas”.

E finalizou:

“Assim como condenamos o aborto e a eutanásia, opomo-nos também a atos privados que tirem a vida humana, inflijam danos corporais ou destruam a propriedade alheia”.

Tags:
AbortoIdeologiaVidaViolência
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia