Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 05 Julho |
Santo Atanásio do Monte Athos
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Starbucks também pagará viagens de funcionárias para fazer aborto

Aborto

© DR

Francisco Vêneto - publicado em 17/05/22 - atualizado em 17/05/22

Amazon e outras empresas anunciaram a mesma medida alguns dias atrás

Assim como a Amazon e outras empresas norte-americanas que divulgaram a mesma medida alguns dias atrás, a rede Starbucks anunciou que pagará viagens de funcionárias para fazer abortos.

O motivo alegado é a possível anulação da sentença Roe versus Wade, que, em 1973, baseada em uma farsa, legalizou o aborto em todo o território dos EUA. A sentença de quase 50 anos poderá ser revertida em junho próximo pela Suprema Corte do país, numa decisão que devolveria a cada estado a autonomia para legislar a respeito do aborto.

Vários estados já sinalizaram que restringirão o acesso à eliminação de bebês em gestação, particularmente a partir do instante em que os seus batimentos cardíacos sejam constatados pelos médicos. Estima-se que 26 dos 50 estados do país adotariam uma legislação pró-vida assim que fosse anulada a atual legislação federal – que, ao longo de 49 anos de vigência, levou ao extermínio de mais de 60 milhões de nascituros.

Em comunicado veiculado neste dia 16 de maio, a vice-presidente executiva interina de recursos humanos da Starbucks, Sara Kelly, declarou-se “profundamente preocupada” com a possível mudança na legislação sobre o aborto. E afirmou:

“Independentemente do que a Suprema Corte vier a decidir, sempre garantiremos que nossos parceiros tenham acesso a cuidados de saúde de qualidade. E quando as ações afetarem seu acesso aos cuidados de saúde, trabalharemos para garantir que se sintam apoiados”.

A narrativa de que o aborto livre seja um “cuidado de saúde” é predominante entre a militância pró-aborto.

A Starbucks ainda não divulgou valores, mas a Amazon anunciou que reembolsará em até 4 mil dólares as despesas de viagem das funcionárias que “precisarem” viajar para outros estados do país a fim de realizarem abortos, caso não contem com alternativas nas proximidades do seu local de residência. O aborto é listado como uma dentre várias modalidades de “atendimento médico” a serem cobertas pela medida.

Confira detalhes do anúncio recente da Amazon a respeito:

Tags:
AbortoIdeologiaSaúdeVida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia