Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 09 Agosto |
Santa Teresa Bendita da Cruz (Edith Stein)
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Freira italiana é assassinada no Haiti após 20 anos a serviço das crianças do país

Irmã Luisa Dell’Orto, freira assassinada no Haiti

CEI - Conferenza Episcopale Italiana | Facebook

Reportagem local - publicado em 27/06/22 - atualizado em 26/06/22

A irmã Luisa completaria 65 anos de idade hoje, mas foi alvejada no sábado

Uma freira italiana é assassinada no Haiti no último sábado, 25 de junho: ela caminhava numa rua quando foi vítima de um ataque armado que a deixou gravemente ferida. Mesmo levada rapidamente para o hospital de Bernard Mevs, não resistiu aos ferimentos. Nesta segunda-feira, 27, ela completaria 65 anos de idade.

A irmã Luisa Dell’Orto fazia parte da congregação religiosa das Irmãzinhas do Evangelho de Charles de Foucauld e era a responsável pela Casa de Charles, conhecida também como Kay Chal.

Situado em uma das áreas mais pobres da capital, Porto Príncipe, o centro oferece atividades formativas às crianças haitianas. Em 2010, a casa havia sido destruída pelo histórico terremoto que devastou o país a tal ponto que o Haiti nunca mais conseguiu se reconstruir, mesmo transcorridos já doze anos. Em 2013, ao reinaugurar a casa, a irmã Luisa afirmou à Rádio Vaticano que o objetivo do centro era “dar a mão para reconstruir os valores e o senso de dignidade” e para mostrar que, “com a Boa Nova, com o Evangelho, Deus ama o povo haitiano”.

A religiosa decidiu permanecer no Haiti apesar da onipresente violência que tomou conta do país há anos e que parece piorar aceleradamente.

“Se alguém da sua família está doente, não é hora de abandoná-lo. É quando precisamos ficar mais próximos das pessoas. Este povo se torna a nossa grande família, a família dos filhos de Deus, e nesta família compartilhamos alegrias e sofrimentos”.

Fazia 20 anos que a freira partilhava no Haiti as alegrias e os sofrimentos com o povo do país, onde vivia a serviço principalmente das crianças.

Sua irmã biológica Maria Adele Dell’Orto afirmou ao Vatican News que, apesar do luto, sente o conforto de saber que a religiosa morreu cumprindo a sua missão.

O Papa Francisco também fez menção à irmã Luisa após o Ângelus deste domingo, 26, e enviou condolências à sua comunidade religiosa e aos seus familiares:

“A irmã Luisa fez da sua vida um presente aos outros até o martírio”.

Tags:
freirasMissionáriosPobrezaViolência
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia