Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 24 Abril |
Aleteia logo
Espiritualidade
separateurCreated with Sketch.

Eis por que São Filipe Néri é conhecido como o “santo bem-humorado”

St. Philip Neri Shutterstock

© Francesco Cantone I Shutterstock

#image_title

Philip Kosloski - publicado em 26/05/23

Sabia que até para se concentrar para a Missa ele precisava ler uma história engraçada?

São Filipe Neri, sacerdote italiano do século XVI, é comumente conhecido como o “padroeiro da alegria” e o “santo bem-humorado”. Ele não era exatamente um comediante, mas gostava de zombar de si mesmo, usando o humor para manter sua humildade.

De acordo com o autor Shaun McAfee, “Neri era conhecido por aparecer em eventos importantes com metade da barba raspada, dar instruções de caminhada incorretas para seus discípulos, ler um livro de piadas… Quando ele fazia cada uma dessas coisas, causava uma mistura de emoções nos outros, mas sempre acabava produzindo o mesmo estado final: maior humildade e maior paciência.”

Além disso, ele precisava de piadas alegres para manter sua mente focada na celebração da Missa. Mary O’Regan relata: “para se concentrar para a Missa, São Filipe precisava ouvir piadas ou ler histórias engraçadas que o distraíssem um pouco da total absorção na glória de Deus, a fim de que ele pudesse focar na tarefa que tinha em mãos, que era oferecer o Santo Sacrifício da Missa”. Nesse caso, o humor o fundamentava, trazendo-o de volta à terra para que sua união mística não o impedisse de cumprir seus deveres.

EpicPew explica: “Certa vez, quando um bispo erudito que estava acostumado com a seriedade estóica de seu ofício compareceu à Missa de Filipe, [para] iluminar o ambiente, o santo cometeu todos os erros possíveis de pronúncia durante aquela homilia. A multidão não tinha certeza se deveria rir ou ficar em silêncio. O próprio Filipe provavelmente riu por dias depois da Missa, mas manteve a pronúncia incorreta durante todo o sermão.”

Essas travessuras humorísticas eram feitas para se lembrar de suas próprias imperfeições. São Filipe não queria ser desrespeitoso, desejava manter sua natureza orgulhosa sob controle.

São Filipe Neri também pendurou uma placa em sua porta que dizia: “ A Casa da Alegria Cristã”. Em todas as coisas, Neri mantinha uma visão despreocupada do mundo, usando o humor para evitar que fosse muito orgulhoso ou vaidoso.

De certa forma, sua vida pode ser melhor resumida por uma citação muito conhecida dele: “Um coração cheio de alegria é mais facilmente aperfeiçoado do que um triste”. Isso provou ser verdade na vida de São Filipe Neri e também foi uma razão pela qual muitos foram atraídos por ele. Outros viram a alegria que ele teve e quiseram saber a fonte dessa virtude.

Como diria o Papa Francisco, ser cristão não significa ter “cara triste”, mas ser cheio de uma leveza de coração que reconheça a beleza e a alegria da vida cristã. O humor no contexto certo pode ser uma coisa boa e até mesmo um caminho para a santidade.

Tags:
HumildadehumorSantos
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia