Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 04 Agosto |
São João Maria Vianney
home iconAtualidade
line break icon

Sacerdote filho de pai suicida lança livro iluminador: “E foram deixados para trás”

CC

Reportagem local - publicado em 13/12/17

"Uma reflexão sobre o fenômeno do suicídio", que destrói o número espantoso de 1 vida a cada 40 segundos!

Você já reparou que andou crescendo bastante nos últimos tempos o número de reportagens sobre o suicídio, em particular entre adolescentes e jovens? Fenômenos como o criminoso “desafio da baleia azul” impulsionaram as buscas dessa palavra-chave na internet, mas o cenário é bem mais extenso e complexo que o de uma “simples” tendência pontual.

Uma abordagem delicada, profunda e abrangente do tema é proposta no livro “E foram deixados para trás – Uma reflexão sobre o fenômeno do suicídio”, lançado neste ano.

Seu autor é o pe. Licio de Araujo Vale, bacharel em Filosofia pela PUC-SP e em Teologia pela Faculdade de Teologia Nossa Senhora de Assunção. Ele é sacerdote diocesano desde 1983, incardinado na diocese de São Miguel Paulista – SP. Foi secretário executivo da Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) entre 1996 e 2003. Hoje é pároco da Paróquia Sagrada Família, na diocese de São Miguel Paulista, Estado de São Paulo.

Sendo ele próprio filho de um suicida, o pe. Licio toca no assunto a partir da experiência pessoal e pastoral, além de se apoiar em pesquisas e depoimentos que dão sólido embasamento ao texto. Ele explica:

“A ideia de escrever estas páginas nasceu exatamente do desejo de contribuir para lançar luzes sobre o problema do suicídio, colaborar para que se fale mais a respeito da questão, aumentar a conscientização, partilhar como filho a experiência vivida pela minha família, cooperar com a superação do tabu em relação ao tema, defender a vida e divulgar a prevenção”.

Já na primeira parte ele apresenta estatísticas estarrecedoras:

  • A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, no mundo, é cometido um suicídio a cada 40 segundos;
  • São mais de 800 mil suicídios por ano em todo o mundo, segundo a ONU (dados de 2012);
  • O suicídio é a segunda principal causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos;
  • De acordo com números oficiais, 32 brasileiros cometem suicídio a cada dia: é uma taxa superior à das vítimas da aids e da maioria dos tipos de câncer!

O livro do pe. Licio conta com prefácio do psiquiatra Neury José Botega, uma das maiores autoridades brasileiras em estudos sobre suicídio e práticas para preveni-lo. Professor da Universidade Estadual de Campinas, fundador da Associação Brasileira de Estudos de Prevenção do Suicídio (ABEPS) e assessor científico do Centro de Valorização da Vida (CVV), ele propõe, como ajuda para a prevenção, os três passos que abrevia como “ROC”: Risco, Ouvir, Conduzir – ou seja: prestar atenção aos indícios de que alguém possa vir a se matar; ouvi-lo sem julgamentos e conduzi-lo às ajudas profissionais.

Botega observa ainda, a respeito das famílias que sofreram o trauma de um suicídio:

“A dor causada por um suicídio é silenciada na vida das pessoas e ocultada na história das famílias (…) O processo do luto por um suicídio é bem mais difícil, justamente pelos sentimentos e pelo constrangimento que esse tipo de morte desperta”.

Essa dor dos que ficam é abordada pelo pe. Licio de várias perspectivas, incluindo a de diversas religiões: catolicismo, protestantismos histórico, pentecostal e neopentecostal, judaísmo, islamismo, budismo, espiritismo, umbandismo e candomblé – aliás, ele fala inclusive do suicídio de líderes religiosos, um tabu ainda menos tocado.

O sacerdote também fala de como retomar a vida após o luto, com todo um capítulo dedicado à busca de ajuda.

A obra oferece de informações técnicas e dados atuais a relevantes considerações dos pontos de vista emocional e religioso, visando ampliar a compreensão do tema e, com isto, aumentar as chances de salvar os que são empurrados pelo desespero a considerar o suicídio como a única saída.

Para o sacerdote, informação, escuta qualificada e ausência de pré-julgamentos são meios que salvam vidas.

Onde comprar

O livro, publicado pelas Edições Loyola, está à venda no site da Livraria Loyola: acesse aqui.

Tags:
DepressãoSuicídioVida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
4
Pe. Edward Looney
Padre revela: por que sempre levo água benta comigo ao viajar
5
MAN
Reportagem local
Oração da noite para serenar o espírito e pacificar a ansiedade
6
sacerdotes
Reportagem local
Suicídio de sacerdotes: desabafo de padre brasileiro comove as re...
7
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia