Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Histórias Inspiradoras

Pai de Alfie Evans: "Fizemos tudo para salvar sua vida e faríamos tudo de novo"

Papa Francisco e Tom Evans

Vatican Media

ACI Digital - publicado em 26/10/18

Tom Evans concedeu entrevista à agência católica ACI Digital compartilhando o que lhe deu forças sobre-humanas para lutar pelo filho

Tom Evans, pai de Alfie Evans, menino de apenas 22 meses que faleceu depois que o Alder Hey Children’s Hospital desconectou o seu suporte vital, concedeu uma entrevista ao Grupo ACI, na qual explicou como lutou para defender a vida de seu filho.

“Kate e eu tínhamos uma ligação tão forte com Alfie que dizíamos que nada no mundo poderia quebrá-la. Mas o hospital Alder Hey fez todo o possível para tirar a vida de Alfie”.


Alfie Evans

Leia também:
URGENTE: Aparelhos foram desligados, mas Alfie vive e respirou sozinho toda a noite

Tom e Kate tinham 19 e 18 anos, respectivamente, quando Alfie nasceu. Segundo recordou o pai, o menino começou a ter problemas aos sete meses de vida, quando parou de se desenvolver como deveria.

“Nós o levamos ao hospital e ele teve uma infecção no peito e começou a depender de um aparelho para respirar, mas desde o primeiro momento o hospital queria retirá-lo. A partir deste momento, Kate e eu soubemos que deveríamos lutar muito para defender a vida de Alfie. Kate e eu sempre valorizamos muito a vida. Somos muito pró-vida e sempre seremos. Ajudaríamos a viver e a salvar a vida de qualquer pessoa, mas quando se trata do seu próprio filho, você sente outro tipo de amor e de relação, uma ligação que ninguém pode quebrar“.

Em 20 de fevereiro deste ano, o tribunal ordenou, após o pedido do Alder Hey Children’s Hospital para que desconectassem o suporte que o mantinha vivo, porque os médicos asseguravam que Alfie estava em “estado semivegetativo” e que os esforços para mantê-lo vivo eram “inúteis”.


Alfie Cardeal Sgreccia

Leia também:
Cardeal dispara: “Alfie é vítima de totalitarismo e perversão econômica”

Os pais de Alfie apelaram desta decisão do tribunal. Entretanto, o juiz King, um dos três que tomaram a decisão sobre o caso da criança, declarou que “para ser justo com os pais que estão esperando, deveria deixar claro, desde o princípio, que o seu pedido foi rechaçado“.

Entretanto, Tom e Kate Evans apresentaram um recurso ante o a Suprema Corte.

“Quando você tem um filho, você acredita que tem um direito sobre ele, mas infelizmente não é assim. Defendemos seus direitos, mas o governo e o hospital tiraram isso de nós. Nós lutamos pela sua vida porque ele merecia. Ele tinha uma vida e deveria vivê-la até o fim, como outra pessoa qualquer. Sabíamos que deveríamos fazer todo o possível para salvar a vida de Alfie, fizemos e faríamos novamente“.

Tom recordou emocionado o seu encontro com o Papa Francisco, que ofereceu “tudo o que fosse necessário para salvar a vida de Alfie“.

“Tinha conversado com um jornalista italiano que gostaria de ir ao Vaticano e esperar o quanto fosse necessário, dias, semanas, meses, até que o Papa pudesse me receber para explicar-lhe a situação de Alfie. Oito horas depois de falar com este jornalista eu estava sentado no escritório do Papa Francisco, que me disse que ninguém, nenhum juiz, governo ou hospital tem o direito de tirar a vida, só Deus”.


Papa e Tom Evans

Leia também:
Diretora do Hospital Bambino Gesù: “Papa pediu o possível e o impossível por Alfie”

Tom também recordou que o Papa o apoiou, oferecendo-lhe os serviços do Hospital Pediátrico Bambino Gesù, no Vaticano. Entretanto, “o governo (britânico) rejeitou toda a ajuda que o Papa ofereceu“.

Seis meses depois da morte do pequeno, Tom assegurou que junto com a sua esposa Kate tiveram “o pior pesadelo“, mas encorajou qualquer pai que tenha um filho passando pela mesma situação:

Não desistam! Cuidem da vida do seu filho, independentemente dos diagnósticos. Permaneçam fortes, lutem pelo seu filho e rezem sempre“.

Tom Evans recebeu o prêmio da associação HazteOír, pela defesa da vida de seu filho, no dia 20 de outubro, em Madri, Espanha.


Alfie e família

Leia também:
Alfie Evans: pais do bebê mártir receberão prêmio por defender a sua vida

____________

Fonte: ACI Digital

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Alfie EvansEutanásiaIdeologiaPaternidadeVida
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia