Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconReligião
line break icon

Corpo de Irmã Dulce está "intacto", segundo jornal

Obras Sociais Irmã Dulce

Reportagem local - publicado em 14/08/19

Reportagem revelou que o corpo da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres está em altíssimo grau de conservação; última exumação aconteceu em julho

Uma reportagem do jornal Correio revela que o corpo da Bem-Aventura Dulce dos Pobres, a Irmã Dulce está “intacto”.

De acordo com a publicação, a terceira e última exumação do corpo, uma exigência do processo de beatificação e canonização, aconteceu em julho de 2019, pouco mais de 27 anos após a morte de Irmã Dulce. Segundo o jornal, o corpo resistiu ao tempo e está altamente conservado.

A primeira exumação aconteceu em 2000. Na época, um legista e o postulador do Vaticano já tinham revelado que o corpo estava incorrupto.

Para a Igreja, a incorrupção é um sinal de virtude e graça. A integridade do corpo é diretamente relacionada à integridade da alma.

Porém, vale ressaltar que o reitor do Santuário Irmã Dulce, Frei Giovanni Messias, não comenta a última exumação, que ainda é mantida em sigilo.

Relíquias

As relíquias do “Anjo Bom da Bahia”, como a Bem-Aventurada Dulce dos Pobres é conhecida, estão no Santuário Irmã Dulce, em Salvador, BA.

O espaço, chamado de Capela das Relíquias, é uma sala circular, com pé direito triplo. O túmulo que guarda os restos mortais da Irmã Dulce fica ao centro.

A capela foi aberta no dia 09 de junho de 2010, quando o corpo da então Venerável Dulce foi trasladado da Capela Santo Antônio (localizada no Memorial Irmã Dulce) para sua nova morada. A transferência foi feita após a segunda exumação do corpo da religiosa.




Leia também:
Visitantes no santuário da Irmã Dulce aumentam em 200%

Exposição do corpo

Ainda de acordo com o jornal Correio, o corpo de Irmã Dulce, que será canonizada em outubro, ficará exposto permanentemente ao público na Capela das Relíquias, provavelmente a partir de setembro. Ele será envolto a uma urna de vidro.

Entretanto, o corpo ainda passará por algumas correções artificiais no rosto antes da exposição.

Canonização

O processo de canonização da Irmã Dulce, a primeira santa nascida no Brasil, foi um dos mais rápidos da história recente da Igreja.


CANONIZATION

Leia também:
As canonizações mais rápidas da história

A causa foi iniciada em janeiro de 2000. A validação jurídica do virtual milagre presente no processo foi emitida pela Santa Sé em junho de 2003. Já em abril de 2009, o Papa Bento XVI reconheceu as virtudes heróicas da Serva de Deus Dulce Lopes Pontes, autorizando oficialmente a concessão do título de Venerável à freira baiana.

No dia 9 de junho de 2010 é realizada a exumação e transferência das relíquias (termo utilizado para designar o corpo ou parte do corpo dos beatos ou santos) da Venerável Dulce para sua capela definitiva, localizada na Igreja da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, situada ao lado da sede da OSID. A Capela das Relíquias foi construída na própria Igreja da Imaculada Conceição, erguida no local do antigo Cine Roma e do Círculo Operário da Bahia, construídos pela freira na década de 40.

Em outubro de 2010, a Congregação para a Causa dos Santos, reconheceu a autenticidade de um milagre atribuído à Irmã Dulce, cumprindo, dessa forma, a penúltima etapa do processo de Canonização: estágio que levaria à beatificação da religiosa no ano seguinte. O anúncio foi feito no dia 27 de outubro de 2010 pelo então Arcebispo Primaz do Brasil, cardeal D. Geraldo Majella Agnelo.


Irmã Dulce

Leia também:
Qual foi o milagre que levou à canonização da Irmã Dulce?

Já no dia 10 de dezembro de 2010, o Papa Bento XVI autoriza então a promulgação do decreto do milagre que transformava a Venerável Dulce em Beata, ou Bem-Aventurada. Com o reconhecimento final do Papa, abriu-se caminho então para a realização da Cerimônia de Beatificação de Irmã Dulce, evento ocorrido no dia 22 de maio de 2011, em Salvador. Na ocasião, a freira baiana passou a ser reconhecida com o título de “Bem-Aventurada Dulce dos Pobres”, tendo o dia 13 de agosto como data oficial de celebração de sua festa litúrgica.


Irmã Dulce

Leia também:
Outro milagre atribuído à Irmã Dulce: a cura de um tumor cerebral maligno

Em julho de 2019, o Papa Francisco agendou a canonização de Irmã Dulce para o dia 13 de outubro.

Vida e obra 

Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes nasceu em Salvador no dia 26 de maio de 1914 e, desde a infância, começou a ajudar pessoas carentes na porta da própria casa, que chegou a ser apelidada de “Portaria de São Francisco”.

Em fevereiro de 1933, entrou na congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, em São Cristóvão, no Estado de Sergipe, adotando o nome de Irmã Dulce em homenagem à sua mãe, falecida quando ela tinha apenas 7 anos.

Retornando a Salvador em 1935, iniciou seu trabalho de ação social e caridade cristã em favor de comunidades pobres como a de Alagados, um conjunto de palafitas no bairro de Itapagipe. Em 1939, encheu um velho galinheiro situado ao lado do convento com os primeiros 70 doentes aos quais passaria a se dedicar em paralelo à assistência aos pobres. Foi o nascimento das Obras Sociais Irmã Dulce, uma instituição que hoje realiza 4 milhões de atendimentos ambulatoriais por ano.

Popularmente conhecida como “o Anjo Bom da Bahia“, Irmã Dulce foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz em 1988 pelo então presidente José Sarney, com o apoio da Rainha Sílvia, da Suécia.


Irmã Dulce

Leia também:
13 de agosto: dia da Bem-Aventurada Dulce dos Pobres

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Irmã Dulce
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia