Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 29 Novembro |
Bem-aventurados Dionísio da Natividade e Redento da Cruz
home iconAtualidade
line break icon

Jornalista cataloga de "perturbadora" uma canção do Pe. Zezinho sobre Jesus

Pe. Zezinho / Nicolaes Maes ("Jesus abençoa as crianças"), domínio público

Aleteia Brasil - publicado em 31/12/19

"Odiar como Jesus odiou": texto publicado pela Folha de S.Paulo ataca "Amar como Jesus amou", canção composta em 1971

O blog católico Ancoradouro, veiculado pelo jornal cearense O Povo, publicou matéria crítica sobre recente artigo do jornal Folha de S.Paulo a respeito da canção “Amar como Jesus amou“, composta em 1971 pelo Pe. Zezinho. O texto escrito no jornal paulista por Ricardo Araújo Pereira ataca uma das canções de maior sucesso do sacerdote brasileiro.

Amar como Jesus amou” fala de uma criança que se aproxima do sacerdote sorrindo e lhe pergunta “o que é preciso para ser feliz”.

Ricardo Araújo Pereira, num texto intitulado “Odiar como Jesus odiou“, apela para a caricatura de pedófilos que a própria mídia para a qual escreve parece ter-se empenhado fortemente em aplicar de modo generalizante a todo o clero católico ao longo das últimas duas décadas, atribuindo os nojentos crimes de uma parcela a praticamente a totalidade dos sacerdotes:

“A criança é muito corajosa. Aborda um padre e olha-o nos olhos a sorrir. É brincar com o fogo”.

Amparado em sua opinião pessoal, o autor do texto prossegue afirmando que é “inverossímil” uma criança indagar sobre a felicidade “junto de um celibatário” – e especula que a tarefa de fazer tal pergunta ao padre deve ter sido dada a ela por um “professor deprimido“.

O próprio Pe. Zezinho, em sua página do Facebook, explicou a origem da canção:

“Um humorista fez troça da canção que realmente aconteceu na universidade de Coimbra, onde eu dava uma palestra para o público em abril de 1974, poucos dias antes da Revolução dos Cravos. A menina de 9 anos veio com uma tarefa de colégio, depois de uma aparição minha na RTP (canal português de televisão, ndr). E foi isso que respondi a ela. Mais tarde eu a musiquei. Os católicos e evangélicos gostam dela. Os ateus ou contestadores, nem tanto!”.

O blog Ancoradouro conversou com o cantor Diego Fernandes sobre o assunto. Diego declarou:

“Aprendi com Padre Zezinho que é possível defender sem ofender. A ofensa vem quando faltam os argumentos. Parece que o diálogo perdeu o lugar para a ofensa. O Pe. Zezinho sempre expôs sua opinião sem violência e buscando a virtude”.

Ao finalizar o seu texto em resposta à provocação do jornal paulista, o Pe. Zezinho escreveu:

“Não achei nada engraçado o texto da Folha, que não assino, mas que alguém me mostrou. ODIAR COMO JESUS ODIOU só pode ser resposta irada de alguém que não tolera a proposta de Jesus. É pequenez ao cubo! É a liberdade deles que sai pelo ralo”.

A canção

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=dgWJRfXAzHk&w=560&h=315]

*

Decadência quantificada

O blog Ancoradouro finaliza o seu próprio texto observando, com base em números, que o sacerdote não é o único formador de opinião que não assina tal jornal.

Apresentando um gráfico elaborado pelo site Poder 360, o blog destaca que, de dezembro de 2014 a outubro de 2019, o jornal que já teve a maior tiragem do país caiu de quase 212 mil assinantes para 86.196, tornando-se o campeão de perda de assinaturas entre os cinco maiores jornais brasileiros.




Leia também:
Acusador de padre que foi expulso do sacerdócio confessa que mentiu contra ele




Leia também:
Este jovem levou 3 padres para a cadeia – mentindo contra eles


LIST PAPIEŻA FRANCISZKA

Leia também:
URGENTE: Papa expulsa 3º padre abusador em menos de 1 mês na América Latina




Leia também:
4 casos de padres presos injustamente por abusos sexuais que não cometeram

Tags:
IdeologiaintoleranciamidiaPerseguição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
POPE URBI ET ORBI
Reportagem local
Bênção Urbi et Orbi do Papa Francisco nesta s...
Folheto divulgado por Antônio Carlos da Silva
Reportagem local
Eu nasci mais ou menos em 1988: os 27 anos da...
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
FATIMA
Philip Kosloski
Nossa Senhora de Fátima tem um conselho para ...
Medalha Milagrosa verdadeira ou falsa
Reportagem local
Cuidado: saiba distinguir entre a real Medalh...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia