Aleteia
Terça-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Atualidade

EUA e cristofobia: ataques a igrejas prosseguem, preocupando maioria dos católicos

MIDVALE

Facebook | St. Therese of the Child Jesus Catholic Church in Midvale

Reportagem local - publicado em 30/09/20

Relatos de todo o país dão conta de igrejas e monumentos católicos e protestantes sendo vandalizadas e incendiados - tudo em nome do "amor"

A grande maioria dos católicos propensos a votar nas eleições presidenciais de novembro nos EUA está preocupada com a onda de ataques anticristãos no país, que inclui a profanação de igrejas.

A rede católica de televisão EWTN realizou um pesquisa em conjunto com o instituto Real Clear Opinion Research e constatou que 78% dos católicos se dizem preocupados com a faceta anticristã dos recentes protestos alegadamente voltados a combater injustiças raciais. O número é maior ainda entre os católicos que vão à missa ao menos uma vez por semana: 83%.

Os resultados da pesquisa também informam que 74% dos católicos se disseram preocupados com os atos de vandalismo e depredação de monumentos e estátuas de santos católicos. Entre tais casos houve imagens destruídas de São Junípero Serra, injustamente associado à colonização forçada de indígenas norte-americanos, mas também de santos que passam longe de polêmicas do tipo, como Santa Teresinha do Menino Jesus (foto).

No mesmo dia em que a pesquisa foi divulgada, um canal de TV da Flórida mostrou imagens de uma câmera de vigilância que mostram um homem ateando fogo a uma igreja católica perto da cidade de Tampa. Ele invade a igreja da Encarnação, em Town ‘n’ Country, encharca os bancos com um líquido inflamável e ateia fogo.

Enquanto isso, os Cavaleiros de Colombo doaram 10.000 dólares a uma paróquia do Brooklyn, em Nova Iorque, para ajudar na recuperação de atos de vandalismo perpetrados no início deste mês, quando os paroquianos ficaram chocados com a profanação de uma estátua de Nossa Senhora de Guadalupe. Outra câmera de segurança registrou esse ataque, em 11 de setembro: após danificar a base, o rosto, as mãos e o véu da figura da Virgem Maria, o homem atira a estátua na calçada em frente à igreja. O Cavaleiro Supremo Carl Anderson declarou:

“A profanação das nossas estátuas e igrejas é um crime grave contra todas as pessoas que valorizam a liberdade religiosa. Junto com o Papa Francisco, com os nossos bispos e com os fiéis de todos os lugares, nós nos posicionamos contra a violência, o ódio e a intolerância”.

Os casos vêm se multiplicando. Em 15 de setembro, segundo a KBTX-TV, um homem de 30 anos foi acusado de ligação com a destruição de uma imagem sacra na Catedral de São Patrício em El Paso. De acordo com a polícia, o agressor, Isaiah Cantrell, entrou na igreja quando ela estava aberta para orações e destruiu uma estátua de 90 anos do Sagrado Coração de Jesus, colocada atrás do altar principal. Em 9 de setembro, a polícia prendeu um homem de 23 anos por vandalismo na Igreja Imaculado Coração de Maria em Tioga, na Louisiana: numerosos vitrais, esculturas e peças de cerâmica foram quebrados, conforme divulgado pelo canal KALB-TV.

As igrejas católicas não são as únicas a serem vandalizadas na recente onda de ataques nos EUA. Três igrejas protestantes em Pelzer, na Carolina do Sul, também foram vandalizadas neste mês, de acordo com o canal WYFF-TV. O prefeito da cidade, Will Ragland, considerou “realmente desprezível atacar igrejas”. Ele completou que “Pelzer é uma pequena comunidade unida, cheia de moradores atenciosos, muitos dos quais viveram aqui a vida toda e frequentaram essas igrejas durante gerações. Simplesmente não conseguimos entender algo assim”.

Chama-se ódio. Certamente é difícil de entender, particularmente quando se disfarça de “luta pelos direitos de todos” e, pasmem, até mesmo de “amor ao próximo”.

____________

A partir de matéria de John Burger para a edição de Aleteia em inglês


Cristo Redentor

Leia também:
Ativista diz que estátuas de Jesus são “supremacia branca” e devem ser demolidas




Leia também:
A “grande mídia” se faz hipocritamente de sonsa diante da cristofobia no mundo

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
IdeologiaPerseguição
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Char...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Ellen Mady
Para Jesus não existe novena melhor do que es...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
ícone São Lucas Nossa Senhora Jesus médico
Reportagem local
Oração a São Lucas, evangelista e médico, pel...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
JENNIFER CHRISTIE
Jennifer Christie
Fui estuprada numa viagem a trabalho - e meu ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia