Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 29 Junho |
Beato Raimundo Lúlio 
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Feminilidade tóxica é tema de acampamento católico nos EUA

Gratia Plena Institute

Gratia Plena Institute | Facebook

Francisco Vêneto - publicado em 02/08/21

Como contraponto ao que chama de feminilidade tóxica, a fundadora do Instituto Gratia Plena propõe o estilo das santas católicas

Feminilidade tóxica é um tema nada comum no meio de uma variedade de narrativas ideológicas enviesadas ao sabor das militâncias sobre o seu parente famoso, a assim chamada masculinidade tóxica. Raridade à parte, é o assunto proposto para discussão num acampamento católico nos Estados Unidos.

A idealizadora do acampamento que acontece em Leonardtown, no Estado de Maryland, é uma mulher casada e mãe de dois filhos: Kelly Marcum, fundadora do Instituto Gratia Plena, conta que, nos seus tempos de estudante na Universidade Georgetown, gerida pelos jesuítas, presenciou “as consequências do feminismo tóxico” na vida de muitas de suas colegas. Kelly comenta:

“A cultura nos ensina que a licenciosidade sexual é sinônimo de empoderamento, que devemos fugir do sacrifício, que a auto-satisfação é a faceta mais importante da felicidade”.

Como contraponto a essa toxicidade, Kelly propõe o estilo de vida abraçado pelas santas católicas:

“As mulheres de quem falamos não são unidimensionais de forma alguma. Santa Joana D’Arc conduziu o exército do seu rei à vitória. Santa Teresa ensinava a preencher cada momento com amor. Santa Gianna foi uma mãe trabalhadora que sacrificou tudo pela sua filha. Santa Margarida da Escócia cultivou uma brilhante vida interior enquanto criava oito filhos e governava um país com seu marido, fortalecendo o cristianismo na Escócia”.

Feminilidade tóxica é tema de acampamento católico nos EUA

Uma das oradoras no acampamento é Kimberley Cook, autora do livro “Motherhood Redemed: How Radical Feminism Betrayed Maternal Love” (Maternidade Resgatada: Como o Feminismo Radical Traiu o Amor Materno, em livre tradução). Para ela, muitas mulheres hoje associam o feminismo a conquistas positivas como o direito ao voto, mas ignoram outros aspectos carregadamente ideológicos envolvidos no termo.

Kimberley Cook menciona ativistas e ideólogas do feminismo radical, como Margaret Sanger, que chegou a fazer explícitas declarações em defesa da eugenia, do racismo e do aborto racialmente seletivo, e Simone de Beauvoir, para quem, segundo Cook, as mulheres que optam por ficar em casa e ter muitos filhos sofrem de “uma doença mental grave”. Kimberley Cook declarou ao jornal National Catholic Register que um objetivo do Instituto Gratia Plena é o de “combater este pensamento e reintroduzir as ideias católicas de feminilidade”.

A discussão é vista como oportuna e bem-vinda por jovens como Pamela Medina, caloura de 18 anos na Universidade Franciscana de Steubenville. Ela é uma das participantes do acampamento dirigido pelo Instituto Gratia Plena. Segundo a agência ACI Digital, Pamela declarou que, até então, só tinha ouvido falar em “dois extremos da feminilidade: um é ser uma mulher extremamente independente e sedenta de poder, e o outro é ser mãe de um filho atrás do outro”.

Tags:
feminismoIdeologiaMaternidadeMulher
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia