Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 30 Novembro |
Santo André
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

Dia de Finados: não somos destinados a uma morte definitiva

CMENTARZ

Pascal Deloche / Godong

Mário Scandiuzzi - publicado em 02/11/21

Para Deus, a morte não é o fim da nossa existência. O Criador quer a nossa ressurreição, quer que vivamos para sempre. E isso é uma questão de fé, de acreditar

No dia 2 de novembro, a Igreja celebra a memória dos fiéis já falecidos. É o Dia de Finados, quando muita gente vai aos cemitérios reverenciar aqueles que não estão mais entre nós.

Morte e vida

Na nossa fé, a morte do corpo é o início de uma nova vida, desta vez na Glória de Deus Pai. Fomos criados para a santidade. Podemos entender que temos uma vida só. E essa, que vivemos aqui na terra é uma preparação para a vida no céu. 

Jesus nos ensinou que não somos destinados a uma morte definitiva, mas sim a uma vida definitiva, eterna. Para alcançar essa graça, contamos com a misericórdia de Deus. 

Mesmo assim, a morte não deixa de ser real, cheia de enigmas e também dolorosa, afinal não é fácil despedir daqueles que amamos. Mas, para Deus, a morte não é o fim da nossa existência. O Criador quer a nossa ressurreição, quer que vivamos para sempre. E isso é uma questão de fé, de acreditar. 

Na Bíblia

As sagradas escrituras nos mostram essa realidade. No livro de Ezequiel está escrito: “Por isso, dirigi-lhe o seguinte oráculo: Eis o que diz o Senhor Javé: Ó meu povo, vou abrir os vossos túmulos. Eu vos farei sair deles para vos transportar à terra de Israel (Ez 37, 12). 

E nos Evangelhos encontramos três passagens nas quais Jesus ressuscita pessoas que haviam morrido: o filho da viúva de Naim (Lucas 7, 11-17), a filha de Jairo (Marcos 5, 21-43) e Lázaro (João 11, 1-45). 

O próprio Cristo venceu a morte e ressuscitou ao terceiro dia (João 20, 1-18). E antes de sua morte, Ele ainda prometeu a vida eterna ao ladrão que, crucificado ao seu lado, se arrependeu de seus pecados (Lucas 23, 39-43). 

Não somente no dia de finados, mas em todos os dias é importante rezar por aqueles que já morreram. E o Catecismo da Igreja Católica nos ensina que “nossa oração por eles pode não somente ajudá-los, mas também tornar eficaz sua intercessão por nós” (958). 

Tags:
BíbliaCéuMorteRessurreiçãovida eterna
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia