Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 14 Agosto |
São Maximiliano Maria Kolbe
Aleteia logo
Religião
separateurCreated with Sketch.

“Padre, diga algo ao meu filho, ele não quer casar”: o conselho do Papa surpreendeu

DURING POPE FRANCIS mass for the 10th World Meeting of Families

Antoine Mekary | ALETEIA

Ary Waldir Ramos Díaz - Reportagem local - publicado em 27/06/22

O Papa arrancou gargalhadas e aplausos na Missa de encerramento do X Encontro Mundial das Famílias, em Roma

“Caros pais, se ajudarem os vossos filhos a descobrir e abraçar a sua vocação, verão que eles estarão ‘agarrados’ a esta missão [familiar] e terão a força para enfrentar e superar as dificuldades da vida”.

Foi o que disse o Papa Francisco na sua homilia durante o encerramento do X Encontro Mundial das Famílias, que aconteceu em Roma de 22 a 26 de Junho de 2022. Em sua mensagem, o Pontífice lançou um importante apelo missionário às famílias do mundo todo:

“A família é o lugar do encontro, da partilha, da saída de si mesmo para acolher o outro e estar junto dele. É o primeiro lugar onde se aprende a amar.”

Papa Francisco

Francisco destacou o tema da responsabilidade dos pais pelos filhos na sua visão do casamento e da família, a fim de que eles assumam o risco de formar um “novo ninho”.

“Meu filho não quer casar”

O Santo Padre ilustrou sua fala com situações concretas. Por exemplo: a senhora que lhe pediu conselhos porque o filho dela não queria casar e permanecia à vontade em casa.

A resposta do Papa à mãe – narrada por ele – atraiu aplausos e sorrisos da multidão na Praça de São Pedro.

O Pontífice disse que “o compromisso com o amor familiar é corajoso, é preciso coragem para casar. Vemos tantos jovens que não têm a coragem de casar”.

Francisco continuou: “As mães dizem-me frequentemente: ‘Padre, faz alguma coisa, diga alguma coisa ao meu filho que não quer casar, ele tem 37 anos de idade'”.

O Papa respondeu à mulher: “Mas, Senhora, não passe a ferro as camisas dele e comece a empurrá-lo para fora do ninho”.

A história contada por Francisco tirou risos e aplausos das muitas famílias presentes na Missa.

O Papa, então, exortou as mães a não protegerem muito os filhos, colocando-os numa redoma. Porém, incentivou-as a educá-los pelo exemplo, para que eles possam inspirar-se na vida matrimonial conduzida pelos pais.

Não pegar a saída mais fácil

Diante de 2.000 delegados de 120 nações, que representaram famílias dos cinco continentes, o Papa afirmou que “o amor familiar leva as crianças a voar também”.

Um amor de família, disse ele, “não é possessivo”, é cheio de liberdade. Mas Francisco alertou que todas as famílias têm crises:

“No momento difícil, por favor, não tome o caminho mais fácil: ‘Vou voltar para a minha mãe’. Não! Vá em frente… Haverá tempos difíceis, mas siga sempre em frente… juntamente com o seu marido, com a sua mulher.”

O Papa também explicou que a “redescoberta do amor irá ajudar-nos muito em tempos de crise”.

A Igreja e a família

“A Igreja está convosco, de fato, a Igreja está em vós. Na verdade, a Igreja nasceu de uma Família, a Família de Nazaré, e é constituída principalmente por famílias”, lembrou o Santo Padre, que também rezou:

“Que o Senhor vos ajude todos os dias a permanecer na unidade, na paz e na alegria, também na perseverança nos momentos difíceis; essa perseverança fiel que nos faz viver melhor e mostra a todos que Deus é amor e comunhão de vida”.

Tags:
FamíliaFilhospaisPapa Franciscoroma
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia