Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 29 Novembro |
Bem-aventurados Dionísio da Natividade e Redento da Cruz
home iconEstilo de vida
line break icon

Formação da consciência: como minimizar o perigo moral?

WOMAN,

matsiukpavel | Shutterstock

Robert McTeigue, SJ - publicado em 18/11/20

Um caminho moralmente mais seguro é aquele que “mais seguramente preserva a lei moral, e mais certamente evita o pecado"

Sobre a formação da consciência e o perigo moral, imagine a seguinte situação: você tem que tomar uma decisão importante. As apostas são altas, o resultado não é claro, a informação é incompleta ou não confiável e vários princípios podem ou não ser aplicáveis. Compreensivelmente, algumas pessoas ficam paralisadas e incapazes de decidir. Já outras parecem ficar permanentemente paralisadas.

Eu me refiro a essas pobres almas coletivamente como os “Oblatos do Perpétuo Discernimento”. Infelizmente, ainda há mais pessoas dizem: “Eu sei o que fazer! Vou apenas seguir a minha consciência!” Isso é triste porque, como já observei nesta série de artigos, quando as pessoas fala em “seguir a consciência”, na verdade, na maioria dos casos estão falando sobre ceder a qualquer emoção que seja a mais forte no momento.

Esse caminho na maioria das vezes leva a desastres grandes ou pequenos e, talvez ainda pior, solidifica aquele mal-entendido comum sobre a consciência. No entanto, decisões morais importantes podem ser exigidas num contexto de informações imperfeitas e de uma consciência duvidosa. O que fazer então?

Moralmente lícito

O objetivo em tais situações é encontrar o que certamente é moralmente lícito para uma pessoa em estado de dúvida sobre o que deve ser feito.

As etapas para resolver essa dúvida prática são chamadas de “formar a própria consciência”.

Vejamos o sucinto resumo do padre jesuíta Austin Fagothey:

O processo de formação da consciência é realizado pelo uso de princípios reflexivos, assim chamados porque a mente os usa enquanto reflete sobre o estado de dúvida e ignorância em que se encontra. Dois desses princípios são aplicáveis ​​aqui: 1) O caminho moralmente mais seguro deve ser escolhido. 2) Uma lei duvidosa não impõe. O primeiro princípio pode sempre ser usado, mas o segundo está sujeito a restrições muito definidas.

Princípios

Com relação ao primeiro princípio, vamos apresentar uma definição e, em seguida, considerar algumas aplicações. Um caminho moralmente mais seguro é aquele que, como diz Fagothey, “mais seguramente preserva a lei moral, e mais certamente evita o pecado”.

Como qualquer soldado combatente pode lhe dizer, às vezes o caminho moralmente mais seguro também pode ser o caminho fisicamente mais perigoso. Isso não deve nos surpreender. A maturidade moral sempre requer a presença e o exercício da fortaleza. A clareza moral nem sempre inclui facilidade.

É sempre permitido seguir o caminho moralmente mais seguro. Por exemplo, se em um determinado caso você não é obrigado a agir, mas não tem certeza se tem permissão para agir, é melhor abster-se de agir.

Exemplo de boa formação da consciência

Um exemplo simples: você divide um apartamento com seu colega de quarto. Na geladeira, você vê uma garrafa de refrigerante sobrando do pacote de seis que você concordou em compartilhar com seu colega de quarto. Você não se lembra se o último refrigerante que sobrou, que você tanto deseja, é realmente dele ou seu. Você não é obrigado a beber o refrigerante; o caminho moralmente mais seguro seria recusar-se a beber o refrigerante para evitar tomar o que não é seu por direito.

Por outro lado, em uma dada situação, você pode ter permissão para agir, mas tem dúvida se é obrigado a agir. Suponha, por exemplo, que você receba um presente generoso de sua avó. Você deve enviar a ela uma mensagem de agradecimento, é claro. Mas não se lembra se já o fez ou não. Você pode enviar uma mensagem de agradecimento como sendo o caminho moralmente mais seguro. Afinal, se você já tiver enviado uma nota, não há mal nenhum em enviar uma segunda. No caso de você ainda não ter enviado a mensagem, esse caminho de ação evita ser descortês com sua avó.

Às vezes, você pode ser obrigado a escolher o caminho moralmente mais seguro. Por exemplo, se você é um mecânico de automóveis consertando um problema de freio de um carro, pode ter a “opção”, digamos, de escolher um remendo barato que provavelmente funcionará, ou um remendo mais caro que certamente funcionará. O caminho moralmente mais seguro é escolher o conserto e o material mais confiável.

E os casos em que a própria obrigação é o que está em dúvida? Essa é uma pergunta difícil, que abordarei no próximo artigo. Até então, vamos nos manter em oração.

Outros artigos da série sobre a formação da consciência:


THOUGHT

Leia também:
5 princípios sobre a consciência para você levar a sério


Conscience

Leia também:
A consciência não é uma emoção – nem perto disso


CONTEMPLATE

Leia também:
Formação da consciência: é hora de ler o manual


in thought

Leia também:
Consciência: aprenda a pensar antes de agir


REFLECTION

Leia também:
Que tipo de consciência você tem?


DOUBTFUL

Leia também:
Como agir se nossa consciência tem dúvidas sobre uma questão?

Tags:
moralPecadoVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
POPE URBI ET ORBI
Reportagem local
Bênção Urbi et Orbi do Papa Francisco nesta s...
Folheto divulgado por Antônio Carlos da Silva
Reportagem local
Eu nasci mais ou menos em 1988: os 27 anos da...
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
FATIMA
Philip Kosloski
Nossa Senhora de Fátima tem um conselho para ...
Medalha Milagrosa verdadeira ou falsa
Reportagem local
Cuidado: saiba distinguir entre a real Medalh...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia